• as mais procuradas
  • choca-barrada-do-nordeste
  • codorna-do-nordeste
  • formigueiro-de-barriga-preta
  • balança-rabo-de-chapéu-preto
  • periquito-da-caatinga
  • rabo-branco-de-cauda-larga
  • tico-tico-de-bico-preto
  • rapazinho-dos-velhos
  • piu-piu
  • piu-piu
  • azulão
  • alegrinho-balança-rabo
  • piu-piu
  • choca-do-nordeste
  • bico-virado-da-caatinga
  • bacurauzinho-da-caatinga
  • caboclinho
  • papa-moscas-do-sertão
  • pica-pau-dourado-escuro
  • sofreu ou corrupião
  • tijerila
  • torom-do-nordeste
  • soldadinho-do-araripe
  • soldadinho-do-araripe

 

Muitos endemismos numa região de fácil acesso e boa estrutura

A Chapada do Araripe, localizada nas divisas entre os Estados do Ceará, Pernambuco e Piauí tem se tornado um local cada vez mais visitado pelos observadores de aves, especialmente o lado cearense. Além de privilegiada pela presença do endêmico soldadinho-do-araripe, a chapada apresenta uma boa diversidade de espécies, com destaque para torom-do-nordeste, bico-virado-da-caatinga, piu-piu, joão-chique-chique, choca-do-nordeste, pica-pau-anão-pintado, pica-pau-anão-canela, vira-folha-cearense, tiê-caburé e bacurauzinho-da-caatinga.

A região é considerada boa para observação durante o ano inteiro. Entre dezembro e abril, o período de chuvas da região, a vegetação se torna mais densa e verde, enquanto nos meses do segundo semestre a vegetação ganha a tonalidade característica da caatinga.

O principal acesso para quem pretende observar aves na Chapada do Araripe é o aeroporto de Juazeiro do Norte, onde operam as empresas: Azul, Gol e Avianca. Há uma boa diversidades de hotéis e pousadas para atender os visitantes, além de várias opções em restaurantes, inclusive os de gastronomia característica da região.

As estradas que levam aos locais de observação são boas, tranquilas e os locais são seguros. Todos estão próximos às cidades, e têm fácil acesso. O calor não costuma ser um empecilho.

Os preços de hospedagem e alimentação variam de acordo com o visitante, mas, temos recomendado uma pousada aqui mesmo em Potengi: infraestrutura básica, estacionamento, ar condicionado, wi fi. Fica próxima dos locais de observação, porém, não servem café da manhã, então, criamos uma alternativa que está funcionando bem: as refeições são servidas no próprio Sítio Pau Preto (um dos principais locais do passeio), o que facilita muito para o observador. Potengi fica a menos de 100km de Juazeiro do Norte.

Quantos dias ficar: quem vai pela primeira vez à Caatinga, o recomendável é pelo menos três dias nessa região, pois há muitas aves endêmicas.

Valores e informações adicionais

As pousadas são baratas. A de Potengi tem diária de R$ 30, mas sem refeições. Minha mãe está cozinhando para os grupos, mandamos uma lista com cardápio e vocês escolhem, os valores das refeições por pessoa são: café da manhã R$ 7. Almoço R$ 15. Caso prefiram restaurantes convencionais posso indicar.

Aluguel de carro: carro econômico com ar-condicionado por uns R$ 150 / dia, sem limite de quilometragem.

Para saber o valor da minha diária, entre em contato: bobptg65@gmail.com. Não cobro caro, e posso negociar o valor dependendo da quantidade de dias e do tamanho do grupo.

É possível fazer roteiros de um final de semana – fica apertado, mas podemos buscar as principais aves da região: por exemplo: Sábado – Manhã (Sítio Nascente)/ Tarde (Sítio Pau Preto). Domingo – Manhã (Sítio Pau Preto) / Tarde (Arajara Park – local do soldadinho-do-araripe, fica um pouco mais distante de Potengi). No Ararajara cobram uma taxa de visitação de R$ 16 / pessoa.

Estou preparando a lista de aves do roteiro que faço, mas para terem uma ideia, em março nosso colega birdwatcher, Luiz Ribenboim veio ao Sítio Pau Preto e conseguiu 13 lifers num dia, sendo que já tinha registro de 750 espécies de aves brasileiras. Por enquanto, se quiser ver as aves possíveis de serem vistas, basta fazer uma pesquisa no Wikiaves das aves dos municípios de Crato, Barbalha, Araripe e Potengi. Você pode entrar em contato comigo e informo sobre a probabilidade de vermos cada espécie.