Aquelas frutas que passam um pouco do tempo, ou aquele resto de mamão batido ou a casca que você comeu e sempre deixa um pouquinho por que é amargo, coloque ali e você vai se encantar com as aves que vão aparecer.

  • Texto: Demis Bucci
  • Mora em Guarulhos – SP, bairro Picanço
  • Foto: Claudia Komesu, só para ilustrar o post por enquanto.

No dia 20 de julho de 2011 vi que uma folha de coqueiro do meu prédio veio ao chão, já estava quase toda seca, foi quando me veio a ideia, fui até meu apartamento peguei uma faca, arame, minha câmera e desci.

Cheguei lá, peguei a folha do coqueiro e cortei um pedaço de mais ou menos 1,20m deixei ela em forma de telha côncava, fiz vários furos em uma ponta e bem no meio três furos. Depois disso prendi com arame na grade do condomínio, deixando um pouco inclinado por causa da chuva, debaixo de algumas árvores.

Deixei apenas uma banana e um pêssego e no fim da tarde a banana tinha ido embora, toda comida. Avisei na portaria e fiz dois cartazes para serem colocados em cada bloco do prédio com dizeres:

Aquelas frutas que passam um pouco do tempo, ou aquele resto de mamão batido ou a casca que você comeu e sempre deixa um pouquinho por que é amargo, coloque ali e você vai se encantar com as aves que vão aparecer.

Hoje, quase um ano depois, às vezes me surpreendo com a quantidade de laranjas, caquis e melancia que aparecem no comedouro, o pessoal gostou da ideia.

 

Participação de Demis Bucci na Virtude-AG