O Cristalino Eco Lodge é um premiado hotel de selva localizado em Alta Floresta, sul da Amazônia, onde de 24 a 29 de outubro se reuniu um grupo sensacional, graças à iniciativa do professor e eminente fotógrafo João Quental, que está promovendo workshops em parceria com este excelente hotel. Não tem como não recomendar.

A ponta de Caieiras foi um lugar muito especial, só com pedras vulcânicas e água bem limpinha. Pude ver de perto o maçarico-galego (Numenius phaeopus), bandos de vira-pedras (Arenaria interpres), maçarico-de-papo-vermelho (Calidris canutus), batuíra-de-bando (Charadrius semipalmatus) batuiruçu-de-axila-preta (Pluvialis squatarola)

Por que vale a pena: paisagens andinas com cenários amplos, campos abertos, regiões montanhosas, lagos espelhados a mais de 4.000 de altitude, céus imensos com nuvens de algodão. E tudo isso nem era o foco da viagem: era apenas o caminho para chegar até o Manu, um dos principais parques nacionais do Peru, Reserva da Biosfera com 18 mil quilômetros quadrados e mais de mil espécies de aves registradas.

A reserva do Banhado do Taim, é uma região do Pampa ainda bastante preservada. Vimos cisne-de-pescoço-preto, frango-d´água-carijó,  falcão-peregrino, gavião-cinza, capororoca com filhotes pequenos, tachã com filhotes pequenos, príncipe com jovem, tartaruga desovando e muitos outros. Mais de 100 espécies de aves.