Roteiro: Pantanal – Transpantaneira, Poconé – MT, 2015, por Geiser Trivelato

Além de muitas aves, não é raro encontrar anta, cervo-do-pantanal, bugio, macaco-prego, quati, cachorro-do-mato ou lobinho, cutia, tamanduá-bandeira, tamanduá-mirim, queixada, cateto, irara, mão-pelada ou guaxinim, veado-catingueiro, tatu-peba, capivara, lontra, ariranha, iguana, lagarto-teiú, jacaré-do-pantanal as centenas, algumas serpentes e a onça-pintada

Viagem: Baturité, Quixadá, Araripe, Canudos – BA e CE, parte 2-4, set-out/14, por Silvia Linhares

A Caatinga nos presenteia com cenas espetaculares, um visual estonteante e um colorido ímpar. Sejam aves, paisagens, flores, insetos, tudo é muito bonito e diferente. A flora da Caatinga é tão marcante na paisagem que dela derivou o próprio nome do bioma (caatinga, do tupi = mata branca), assim chamada pelos índios pela sua característica, a de perder as folhas no período de estiagem, exibindo um emaranhado de troncos tortuosos e esbranquiçados.

Viagem: Cristalino, um paraíso amazônico – Alta Floresta – MT, out/14, por João Sergio Barros

O Cristalino Eco Lodge é um premiado hotel de selva localizado em Alta Floresta, sul da Amazônia, onde de 24 a 29 de outubro se reuniu um grupo sensacional, graças à iniciativa do professor e eminente fotógrafo João Quental, que está promovendo workshops em parceria com este excelente hotel. Não tem como não recomendar.