Pinturarupestre3
pintura rupestres milenares dos paredões da serra da capivara (ilustrando animais como: nambus, emas, veados...).
Pinturarupestre2
pintura rupestres milenares dos paredões da serra da capivara (ilustrando animais como: nambus, emas, veados...).
nascernaserra
Nascer na serra
Formicarius_colma
galinha-do-mato
Chiroxiphia_pareola
tangará-falso
caatinga verde
caatinga verde (fotos: Marcos Pérsio)
caatinga seca
caatinga seca (fotos: Marcos Pérsio)
Baixãoandorinhas
Baixão das andorinhas

 

As trilhas no Parque são tranquilas e não exigem caminhonete 4X4. O Parque fecha à noite, mas obtive autorização para observação noturna

O Estado do Piauí é um dos nove Estados do Nordeste e possui uma paisagem altamente heterogênea tanto no clima quanto na vegetação, possui desde clima Tropical subúmido até semiárido. Quanto à vegetação, estão contidos em seu território os biomas Caatinga e Cerrado, sendo o Estado com a maior extensão de áreas de transição entre estes dois biomas. Ainda possui regiões com vegetação mais úmida sob a forma de enclaves de florestas próximas à bacia do Rio Parnaíba e nos baixões (“canyons”) na região das Serra da Capivara e Serra das Confusões, estes relictos florestais no Piauí são florestas-testemunho de um período em que esta região era dominada por grandes florestas que uniam o que hoje chamamos de Floresta Amazônica e Mata Atlântica.

Em resposta a essa variedade de ambientes o Piauí possui uma diversidade incrível de aves, contendo espécies típicas de Cerrado em sua porção Sudoeste, espécies de Caatinga no Sudeste do estado e até espécies Amazônicas em manchas de Florestas.
Bem, mas onde observar aves no Piauí? Eu indicarei aqui alguns locais onde é possível observar boa parte dos ambientes e aves do Piauí.

1- Floresta Nacional de Palmares

trilha na Floresta Nacional de Palmares

trilha na Floresta Nacional de Palmares

Localizada a cerca de 25 km da capital Teresina, é uma das formações florestais citadas acima, um verdadeiro abrigo de espécies Amazônicas, vale lembrar que esta é a única Floresta Nacional no Piauí. O local possui várias trilhas, com níveis diferentes de dificuldade, nas mais fáceis já é possível observar várias aves como: chupa-dente-de-capuz, barbudo-rajado (este será tratado como uma espécie diferente da que ocorre na Mata Atlântica em breve), tangará-falso, papa-taoca, galinha-do-mato, macuru-pintado e muito mais.

Aqui é um bom ponto de partida para começar a observar as aves do Piauí, em direção ao seu interior, adentrando nas caatingas.

2- Parque Nacional Serra da Capivara

placaserracapivara

Talvez um dos Parques Nacionais mais bem estruturados do País, mas ainda assim com falta de recursos por parte do governo para sua manutenção. Sua vegetação é dominada pela Caatinga, mas este bioma aqui também não é homogêneo, lá encontramos caatinga arbustiva (aquela caatinga clássica que vemos nos livros, com vegetação baixa e espinhosa), caatinga arbórea (uma vegetação em que predominam árvores maiores, bem diferente do que se pensa da caatinga) e ainda formações florestais nos baixões (“canyons”) que ficam entre os paredões de arenito.

As formações rochosas do Parque são uma atração a parte, mas que poucas pessoas conhecem, possuem diversificadas pinturas rupestres de populações que habitaram estes locais no passado pré-histórico. Registros fósseis da megafauna também são abundantes e resquícios de populações antigas, como pedras lascadas e fogueiras. Pesquisadores como Niède Guidon, encontraram evidências de que as populações que habitavam o Piauí nesta região podem ser bem mais antigas do que outras populações já datadas nas américas, contrariando assim a hipótese de que os primeiros hominídeos teriam colonizado a América do Sul a partir da América do Norte. -Seria o Piauí, o “berço” do homem americano?

Agora falando de aves, igualmente impressionante quanto suas paisagens, na Serra da Capivara é possível encontrar todas as espécies de aves endêmicas da Caatinga esperadas para a região, como: bico-virado-da-caatinga, torom-do-nordeste (que aqui é chamado de Pompeu), choca-do-nordeste, joão-chique-chique, periquito-da-caatinga, chorozinho-da-caatinga, papa-moscas-do-sertão, arapaçu-beija-flor, pica-pau-ocráceo e muitas outras.

A passarinhada na caatinga da Serra da Capivara é longe do que muitos possam pensar: exaustiva, com caminhadas longas, sol escaldante o tempo inteiro, plantas com espinhos sempre lhe furando… Nada disso, o ambiente é quente sim, mas nada insuportável se estiver com as vestimentas adequadas e uma boa garrafa com água, todas as trilhas tÊm acesso a carro e em algumas áreas a vegetação faz bastante sombra.

A Caatinga tem uma das mais belas paisagens do Nordeste, e uma capacidade de mudança muito grande. Na seca o ambiente fica quase todo cinza, com a maioria de suas plantas sem folhas, mas já nas primeiras chuvas tudo fica verde, mudando completamente a aparência do ambiente.

Para a chegada no Parque Nacional Serra da Capivara existem duas opções, no aeroporto de Teresina seguindo de carro até lá por cerca de 500 km ou pelo Aeroporto de Petrolina que dista cerca de 300 km, em ambas as opções a Pinima Birding estará a sua espera.

Estes são os dois principais roteiros da Pinima Birding no Piauí, a região do Cerrado Piauiense é extremamente promissora e em breve estará em nossos roteiros.

No próximo post teremos: Passarinhando no Pará com a Pinima Birding.