Férias de julho e mês de agosto na Lagoa do Peixe, em Tavares – RS, com valor especial. Safari fotográfico em Land Rover, e também passeio de barco. O programa pode ser adaptado ao cliente, inclusive para famílias com crianças.

 

  • Texto e fotos: Hotel Parque da Lagoa. (mais informações e fotos nesse link)
  • Contato: João Batista hoteltavares@yahoo.com.br e (51) 9989 5250 / 3674 1333

Estamos com um “PACOTE ESPECIAL DE INVERNO”, para você curtir e fotografar as aves e natureza do sul do Brasil, na LAGOA DO PEIXE  em Tavares – RS. Esse é um lugar que, certamente, vai surpreender pela diversidade de aves e natureza atípica.

Oferecemos pacotes para pequenos grupos onde os visitantes irão desfrutar de tudo, com mais conforto. São 3 dias inteiros de Safaris Fotográficos, incluindo um passeio de barco, para facilitar a sua aproximação com algumas espécies típicas da região.

No pacote estão inclusos:

  • 4 pernoites em apart duplo
  • 3 Safaris Fotográficos em veículo 4×4 Land Rover
  • 1 passeio de barco
  • Pensão completa: (café da manhã, almoço e janta, e lanches de trilha e água durante os safáris)

 

O que não está incluso:

  • Bebidas, seguro individual, traslado Aeroporto/Tavares e Tavares/Aeroporto.
  • Podemos providenciar o traslado por R$ 750. O tempo de traslado é em média 3h.
  • Para o traslado também há opções para vir de ônibus, inclusive um semi-direto que sai às 19h30 e leva 3h40 de viagem. Mais informações no nosso site.
  • Voos São Paulo – Porto Alegre ida e volta podem ser encontrados na faixa de R$ 320 / pessoa agora em julho, ou R$ 190 em agosto, se compradas com certa antecedência (valores já com taxa de embarque).

 

Valor do pacote para:

  • 1 pessoa: R$ 1.730,00
  • 2 pessoas: R$ 2.110,00
  • 3 pessoas: R$ 2.505,00
  • 4 pessoas: R$ 2.875,00

Valores válidos até dia 31 de agosto de 2012.

Obs.: Se o grupo for maior ou preferir ampliar o número de dias junto conosco, podemos ajustar.

 

AVES E CLIMA

  • Há aves na lagoa em todas as épocas do ano. No verão há uma quantidade maior de aves, mas o inverno também tem aves diversas, ainda mais em anos de estiagem.
  • No inverno a lagoa geralmente está com bastante água, mas como nesta ano estamos com estiagem, ela continua com seu leito baixo, isto para fotografar e observar aves é o ideal, concentra mais a aves, como os flamingos-chilenos em bandos grandes, batuiras-de-peito-de-tijolo, que só vêm no inverno. Também estão presentes o marrecão e a marreca-de-cabeça-preta, migrantes do Sul. (ver lista abaixo)
  • As aves que não estão mais aqui são as que migram para o hemisfério norte: algumas espécies de maçaricos e trinta-réis.
  • Atenção: é uma época em que faz frio (mas bem suportável, basta estar com roupas apropriadas), mas também há risco de chuva. Veja na previsão do tempo, e também peça informações sobre o clima quando entrar em contato com o hotel.

 

CRIANÇAS NO PASSEIO

  • Se a criança gosta de natureza, vai dar muito certo, aqui se anda bastante pela praia e margens de lagoa, além das dunas. As crianças que guiei por aqui gostaram bastante. Não eram passeios focado em observação de aves, e sim apreciação da natureza em geral. Mas sei que podemos fazer passeios para birdwatchers com crianças.
  • Os acompanhantes da criança devem ser a família ou amigos conscientes de que o passeio será menos “puxado”, e não focado em ver aves o tempo todo, para não cansar muito a criança.

 

INFORMAÇÕES ADICIONAIS:

  • O que você deve lembrar de colocar na mala? Máquina fotográfica / Binóculo / Óculos / Protetor Solar / Roupas confortáveis / Boné. Um bom tênis ou bota de caminhada também ajuda, e galochas também trazem mais conforto ao passeio nas regiões alagadas.
  • O Roteiro na Região de Mostardas e Tavares – 2 municípios vizinhos do Sul do RS, podem ser feitos no período de 2 a 5 dias, podendo ampliar-se para 6 a 8 dias, onde inclui-se um trajeto na praia mais extensa do Brasil – Balneário do Cassino, em Rio Grande. E visita ao Chuí – extremo Sul do Brasil, fronteira com o Uruguai (conforme descrito em outra opção de roteiro. Esta parte da viagem é feita pela beira mar. São 220 km de praias desertas e pura aventura. Ao longo do caminho observam-se aves migratórias ou residentes, visitam-se faróis com mais de 100 anos. A volta é realizada por asfalto, com visita a Estação Ecológica do Taim – outro Santuário Ecológico do nosso Estado.
  • O trabalho realizado nesta região torna-se bastante diferenciado e personalizado, pois os trajetos são elaborados de acordo com a necessidade e disponibilidade dos clientes, de acordo com o tempo e o número de participantes (em grupos, trios, duplas ou individuais).

 

Lista de aves prováveis de serem avistadas

  • Bate-bico
  • Batuíra-de-coleira
  • Batuíra-peito-de-tijolo
  • Biguá
  • Capororoca
  • Caracará
  • Carão
  • Caraúna-de-cara-branca
  • Cardeal
  • Carqueja-de-bico-manchado
  • Caturrita
  • Chimango
  • Cochicho
  • Draguão
  • Flamingo-chileno
  • Frango-d’água-carijó
  • Gaivota-maria-velha
  • Garça-moura
  • Gavião-caboclo
  • Gavião-carijó
  • Gavião-do-banhado
  • Irerê
  • Jaçanã
  • João-grande
  • João-platino
  • Maçarico-branco
  • Maria-faceira
  • Marreca-caneleira
  • Marreca-cricri
  • Marreca-de-cabeça-preta
  • Marrecão
  • Marreca-parda
  • Marreca-pardinha
  • Marreca-pé-vermelho
  • Martim-pescador
  • Mergulhão-grande
  • Narceja
  • Noivinha
  • Papa-piri
  • Pernilongo-de-costas-brancas
  • Picapau-do-campo
  • Piru-piru
  • Polícia-inglesa-do-sul
  • Quiri-quiri
  • Sanhaçu-papa-laranja
  • Saracura-do-banhado
  • Tachã
  • Talha-mar
  • Tapicuru-de-cara-pelada
  • Trinta-réis-anão
  • Trinta-réis-boreal
  • Trinta-réis-de-coroa-branca
  • Trinta-réis-grande
  • Vira-pedra
  • Viuvinha-de-óculos