Dessa vez fomos conhecer o Parque da Catacumba. O parque é pequeno, mas muito aconchegante, tem uma trilha pequena e dois mirantes, vale a pena conhecer!

Frango-d´água-comum (Gallinula galeata) Common Gallinule

 

  • Texto e fotos: Kelma Cavalcante
  • Câmeras: Nikon D5100 e Fuji FinePix S2950
  • Relato de passeio no dia 28/10/2012

Saímos a pé do Leblon até o Parque da Catacumba que fica na Lagoa Rodrigo de Freitas, em um domingo ensolarado e super-bonito! Estava testando a câmera nova, uma Nikon D5100. Já fiz algumas fotos de cenário, mas ainda não tenho tele, por isso para fotografar as aves usei meu querido teco-teco.

Muita coisa linda pra se ver e registrar como frangos-d’água-comum, sabiás, biguás, quero-quero entre outras aves. Paisagens maravilhosas, pessoas contentes passeando. Resumindo, dia perfeito!!!

A única coisa meio estranha de ver foram duas araras-canindé domesticadas, num quiosque à beira da Lagoa Rodrigo de Freitas. Elas ficam livres nas árvores que ficam em frente ao quiosque. Sei que essa história de ter aves silvestres é uma tragédia pra natureza, que milhões de aves morrem todos os anos pra alimentar o comércio. Além disso, o estado de uma  das araras não era nada agradável, não sei se isto é algum costume delas arrancarem as próprias penas, se é por estresse, não sei! Ela estava bastante peladinha! Outra coisa que achei estranho foi que quando comecei a fotografar as araras foi chegando mais gente para fotografar também, então apareceram dois funcionários do quiosque e retiraram elas da árvore, não sei se porque elas ficam estressadas com muita gente perto delas, ou se por medo de autoridades. É bonito vê-las de perto, mas não me agradou o estado da arara, que estava bastante quietinha, tristinha e peladinha, enquanto a outra estava bem ativa. Um dia sei que vou fotografar várias araras lindas, coloridas, livres e felizes!! :D

Beijocas e até a próxima!!