Passarinhada de apoio ao Tanquã

23 de março, domingo de manhã

Você não pode ficar de fora deste importante encontro passarinheiro, em apoio ao Tanquã – o minipantanal paulista, um refúgio de aves aquáticas e migratórias ameaçado por um projeto de barragem amplamente questionado!

Teremos 6 barcos para fazer passeios, passarinhada na matinha do Tanquã, concurso das fotos feitas no dia, exposição de fotos em varal, palestras sobre as aves da região e sobre como se tornar um observador de aves. O CEO e o GRIFOO já confirmaram presença, além de ONGs de Piracicaba, como a Florespi. A ideia é atrair o interesse da imprensa para a defesa desse patrimônio biológico. A entrada é franca, traga seus amigos e convidados e divirta-se!

É importante deixar claro que o objetivo do evento é demonstrar a grande importância do Tanquã para a observação e conservação das aves aquáticas e a nossa preocupação com a conservação desses ecossistemas.

Contamos com você, pois sua presença será fundamental para ajudar na conservação do Tanquã!

 


Veja como vai funcionar: quem pretende ir, por favor leia com atenção

Convidamos todos os amigos da natureza a participarem de uma manifestação de apoio ao Tanquã. Esse importante patrimônio biológico abriga espécies como tuiuiú, cabeça-seca, colhereiro, várias espécies de garças e marrecas, inclusive uma população de marrecões – talvez a única a se reproduzir fora do Sul do Brasil, além de jacarés-de-papo-amarelo e ratões-do-banhado.

O Tanquã levou décadas até atingir o atual estágio de riqueza biológica. A construção da barragem de Santa Maria da Serra, um ramal contestável da hidrovia Tietê-Paraná, causará a destruição total do Tanquã. Há diversas falhas e incongruências no projeto, que pode chegar a custar mais de um bilhão de reais. O Departamento Hidroviário do Estado de São Paulo e o consórcio responsável pela obra até agora têm menosprezado o valor ambiental da região, e oferecido compensações ambientais ínfimas.

Quem pode participar do evento?

Qualquer pessoa interessada em declarar seu apoio à natureza, seja um observador de aves ou não.

Passeios de barco

Haverá 6 barcos disponíveis para fazer um passeio pelo Tanquã. Cada barco comporta 4 pessoas. A expectativa é de cerca de R$ 30 / pessoa, confirmaremos o valor em breve. Os barcos estarão disponíveis a partir das 6h. Para que mais pessoas possam conhecer o local, os barqueiros farão passeios de 1h a 1h30 no máximo. A lotação dos barcos será por ordem de chegada. Os interessados no passeio devem ter consciência de que os avistamentos e oportunidades fotográficas serão diferentes de um passeio com um barco só, a expectativa é de ver menos aves.

Como é recomendável em todo passeio em áreas abertas, leve chapéu e filtro solar.

Passarinhada na matinha

O principal destaque do Tanquã são as aves aquáticas. Mas como há uma limitação da quantidade de barcos na água, para os que estiverem em terra vamos passarinhar na pequena área de mata que fica dentro do bairro. É um local simples, com expectativa de ver aves como o frango-d´água-azul – presença praticamente garantida, saí-canário, curutié, choró-boi, pipira-vermelha, tucanuçu. Para quem ficar até o final da tarde, é possível ver a caburé. Não precisa reservar: formaremos os grupos na hora.

Concurso de fotos feitas no dia do evento

Em parceria com a Ecoloja. O prêmio será algum dos belos itens escolhidos diante da “biodiversidade” existente na Ecoloja. Em breve divulgaremos como vai funcionar.

Palestras

Sobre aves aquáticas e observação de aves para iniciantes. Daremos mais detalhes em breve.

Varal de fotos

Este é o link para a lista de aves do Tanquã. Basta levar impressas fotos que você tirou, de espécies da lista, no tamanho que você quiser. A foto não precisa ter sido feita no Tanquã, mas se tiver sido feita lá, sugerimos colocar essa informação, ao lado do seu nome, no crédito da foto. A ideia preliminar é doar essas fotos impressas para alguma ONG de Piracicaba, e eles poderão usá-las em suas atividades de divulgação da natureza existente em Piracicaba. Se você pretende imprimir num tamanho maior do que A4, entre em contato com a Claudia Komesu, que vai pensar em como pendurar. Em tamanhos até A4 vamos colocar as fotos dentro de sacos plásticos transparentes e pendurar no varal.

Horário

Haverá birdwatchers e atividades desde às 6h. Queremos ter a maior concentração de pessoas entre 10h30 e meio-dia, horário em que esperamos ter imprensa no local. Você não precisa chegar cedo, mas pedimos para estar presente a partir das 10h, para assim mostrarmos nosso apoio ao Tanquã. A expectativa é de encerrar as atividades ao meio-dia.

Como chegar

De São Paulo ao Tanquã são cerca de 2h50 de estrada. Quem preferir pode dormir em Piracicaba – há o Ibis a R$ 138. Para chegar no Tanquã, saindo de São Paulo: vá até Piracicaba pela Bandeirantes, de lá ligue o GPS para Anhembi pela SP 147. Saindo da cidade, são cerca de 50 km nessa rodovia, após os primeiros 30 km já começam a aparecer placas indicando Tanquã. Serão mais 6 km de terra – estrada boa, não precisa de carro especial. Coordenadas: -22.671131, -48.011417

Estrutura e refeições

O Tanquã não tem estrutura para receber muitas pessoas, então vá preparado para uma falta de conforto por algumas horas – mas pense que é por uma boa causa. Há dois pequenos bares onde é possível comprar bebidas. E talvez possamos combinar de cada um levar algum prato e bebida.

Após o passeio, as opções são comer isca de tilápia no bar do Carlinhos, ou ir almoçar na Rua do Porto, em Piracicaba, que serve peixes assados no tambor.

 

  • Todas as fotos feitas no Tanquã, numa manhã de janeiro de 2014, e em outra manhã de fevereiro de 2014
  • Texto elaborado por Guto Carvalho, Luccas Longo, Luciano Monferrari e Claudia Komesu

Página do Tanquã no Facebook: 
https://www.facebook.com/tanquatanqua

Página do Evento no dia 23: 
https://www.facebook.com/events/254982604676576/

Ações a favor da divulgação do birdwatching e da conservação da natureza (+)

Relatos de passeios feitos no Tanquã