pa_ubatuba-itamambuca_set09_11

Neste feriado, eu, Cris e Daniel fomos para o Itamambuca. Um programa familiar, em que aproveito a boa vontade do Cris e o fuso horário dos feriados para fotografar das 6h às 10h. Sem guia, sem companhia, sem teleconverter. Mas com a boa 300 f4, e o gravadorzinho. 17 espécies fotografadas, 9 com fotos boas. Várias espécies com fotos do macho e da fêmea.

É uma terra de oportunidades, sem dúvida. Você percorre as estradas de carro, e em poucos minutos surgem montanhas tão verdes e cobertas de árvores, que só podem guardar tesouros inacreditáveis.

Quanto mais eu gosto de fotografia de aves, mais me apaixono por Ubatuba. Porque não é apenas o que você vê, que não é pouco. É aquilo que a mata esconde, é a chance de andar por uma trilha e topar com o sabiá-cica, o gavião-pombo-grande, o pega-macaco, os lindos beija-flores, espécies tidas como extintas, ou quem sabe novas espécies.

Agradeço a hospitalidade do Dimitri e espero voltar logo para Ubatuba. Com guia, e com bastante tempo.

Condições climáticas: encoberto a maior parte do sábado, chuva e quase nada de aves no domingo, sol na segunda.