Espécies que normalmente veríamos em locais como o Pantanal podiam ser vistas em bandos às margens de pequenas ilhas formadas pela vegetação alagada, entre elas cabeça-seca, tuiuiú, garças diversas, marrecas e um simpático socó-boi que pacientemente posou para nossas fotos.

 

Tanquã ou Tanquan é uma pequena vila de pescadores, que pertence ao município de Piracicaba – SP. Para chegar ao local, saia de Piracicaba em direção a Anhembi e após rodar uns 50 km você deve ver as placas indicando a entrada para Tanquã. Daí até o local são 6km em estrada de terra bem conservada. Procurei no Google Maps e no GPS, mas não consegui localizar o local em nenhum deles, portanto fui no risco e achei fácil.

Estive no Tanquã duas vezes, sendo a primeira em agosto de 2011, quando conheci a região graças à vila de pescadores que existe no local. Na ocasião pude registrar algumas poucas espécies de aves que se encontravam próximas as margens do rio. Já em fevereiro de 2012 pude voltar a esse local fantástico, dessa vez com o apoio de um barco e na companhia dos amigos do GRIFOO (Grupo de Interessados em Fotografia e Observação Ornitológica) e guiados pelo nosso seleto membro e amigo Luciano Monferrari. Luciano é grande conhecedor do local e dos barqueiros que poderiam nos levar. Nosso barqueiro foi o Ivanildo (19 9880-5882).

Partimos logo cedo em três barcos com 12 membros do grupo e em cada curva do rio as expressões de admiração podiam ser ouvidas acima dos ruídos vindos dos motores de popa. Espécies que normalmente veríamos em locais como o Pantanal podiam ser vistas em bandos às margens de pequenas ilhas formadas pela vegetação alagada, entre elas cabeça-seca, tuiuiú, garças diversas, marrecas e um simpático socó-boi que pacientemente posou para nossas fotos.

Não tivemos o privilégio de encontrar o marrecão, mas deveremos voltar para lá entre os meses de agosto e setembro, época em que essa espécie foi registrada anteriormente e que as águas estarão mais baixas, proporcionando um novo espetáculo para nossas lentes e para nossos corações.

Uma última dica fica por conta da generosa porção de filé de tilápia, servida no Bar do Carlinhos. Aproveite para conversar com os moradores do local, que têm histórias interessantes sobre esse recanto perdido no tempo e no espaço…

 

2 Responses to Passeio: Tanquã, um Minipantanal em Piracicaba – SP, ago/2011 e fev/2012. Por Sivonei Pompeo.