1_Kelma-Cavalcante
Um dos guias do Hotel mostrando a paisagem;
2_Kelma-Cavalcante
Vegetação do local
3_Kelma-Cavalcante
Lajedo Manuel de Souza
4_Kelma-Cavalcante
Interior de uma pedra no Lajedo Manuel de Souza
5_Kelma-Cavalcante
Bacurau-da-caatinga - Lajedo Manuel de Souza
6_Kelma-Cavalcante
Fruto do Xique-xique - Lajedo Manuel de Souza
7_Kelma-Cavalcante
Pedra em formato de capivara - Lajedo Manuel de Souza
8_Kelma-Cavalcante
Gibão-de-couro - Lajedo Manuel de Souza
9_Kelma-Cavalcante
Saca-de-lã
10_Kelma-Cavalcante
Pedras no Saca-de-lã
11.1_2_Kelma-Cavalcante
Pinturas rupestres
11_Kelma-Cavalcante
Pinturas rupestres
12_Kelma-Cavalcante
Gibão-de-couro
13_Kelma-Cavalcante
Eu e o maridão na Saca-de-lã
14_Kelma-Cavalcante
Hotel Fazenda Pai Mateus
15_Kelma-Cavalcante
Hotel Fazenda Pai Mateus
16_Kelma-Cavalcante
Hotel Fazenda Pai Mateus
17_Kelma-Cavalcante
Hotel Fazenda Pai Mateus
18_Kelma-Cavalcante
Hotel Fazenda Pai Mateus
19_Kelma-Cavalcante
Hotel Fazenda Pai Mateus
20_Kelma-Cavalcante
Hotel Fazenda Pai Mateus
23_Kelma-Cavalcante
Asa-de-telha-pálido
24_Kelma-Cavalcante
Cardeal-do-nordeste
27_Kelma-Cavalcante
Cardeal-do-nordeste
28_Kelma-Cavalcante
Casaca-de-couro
29_Kelma-Cavalcante
Casaca-de-couro
31_Kelma-Cavalcante
Marimbondo
33_Kelma-Cavalcante
Casaca-de-couro
34_Kelma-Cavalcante
Sabiá-do-campo
38_Kelma-Cavalcante
Canário-rasteiro
39_Kelma-Cavalcante
Sanhaçu-cinzento
40_Kelma-Cavalcante
Sabiá-do-campo
41_Kelma-Cavalcante
Sabiá-do-campo
42_Kelma-Cavalcante
Arapaçu-do-cerrado
43_Kelma-Cavalcante
Canário-rasteiro
44_Kelma-Cavalcante
O Lajedo de Pai Mateus
45_Kelma-Cavalcante
Lajedo de Pai Mateus
46_Kelma-Cavalcante
Lajedo de Pai Mateus
47_Kelma-Cavalcante
Lajedo de Pai Mateus
48_Kelma-Cavalcante
Lajedo de Pai Mateus
49_Kelma-Cavalcante
Lajedo de Pai Mateus
50_Kelma-Cavalcante
Lajedo de Pai Mateus
51_Kelma-Cavalcante
Lajedo de Pai Mateus
52_Kelma-Cavalcante
Lajedo de Pai Mateus
53_Kelma-Cavalcante
Lajedo de Pai Mateus
54_Kelma-Cavalcante
Lajedo de Pai Mateus
55_Kelma-Cavalcante
Lajedo de Pai Mateus
56_Kelma-Cavalcante
Lajedo de Pai Mateus
57_Kelma-Cavalcante
Lajedo de Pai Mateus
58_Kelma-Cavalcante
Lajedo de Pai Mateus
59_Kelma-Cavalcante
Lajedo de Pai Mateus
60_Kelma-Cavalcante
Lajedo de Pai Mateus
61_Kelma-Cavalcante
Lajedo de Pai Mateus
62_Kelma-Cavalcante
Lajedo de Pai Mateus
63_Kelma-Cavalcante
Lajedo de Pai Mateus

 

Só a paisagem já vale o passeio

Localizado no município de Cabaceiras, no estado da Paraíba, o Lajedo de Pai Mateus faz parte de uma região conhecida como Cariri Paraibano. O Lajedo é uma extensa formação rochosa (1,5 Km²), com enormes pedras arredondadas (chegam a pesar 45 toneladas), que adquiriram esse formato devido à erosão ao longo de milhares de anos. A água das chuvas penetra nas rochas, através de fissuras. As diferenças de temperatura fazem com que a água se expanda e evapore nas fissuras, fazendo com que a rocha rache. Em algumas pedras encontramos pinturas rupestres atribuídas aos índios cariris que viveram na região há cerca de 12 mil anos. Com vegetação de caatinga, característica do cariri (Mandacarus, Urtigas, Xique-xiques, Mulungus, Macambiras, Facheiros, Coroas-de-Frade, etc),o Lajedo é um lugar mágico e cheio de histórias e lendas.

Conta a lenda que por volta do século 18, um ermitão curandeiro viveu na região do Lajedo. Muitas pessoas o procuravam para consultar-se e como pagamento não pedia dinheiro, mas sim comida pelas consultas. Este curandeiro, que era conhecido como Pai Mateus, dá nome a essa formação rochosa.

Na mesma região encontramos o Lajedo Manuel de Souza e a formação Rochosa chamada Saca de Lã, que possui este nome por lembrar sacas de algodão colocadas umas sobre as outras.

O conjunto rochoso fica a cerca de 25 km da cidade de Cabaceiras (acesso por estrada de terra) e está situado dentro de uma propriedade particular, o Hotel Fazenda Lajedo Pai Mateus.

No hotel, muitos pássaros são atraídos pelo restaurante, onde entram à procura de restos de comida. Entre as espécies que frequentam o local estão o sabiá-do-campo, cardeal-do-nordeste/galo-de-campina, casaca-de-couro, tico-tico, bem-te-vi, arapaçu-do-cerrado. Nas formações rochosas também encontramos pássaros: gibão-de-couro, bacurau-da-caatinga, urubu-de-cabeça-preta e amarela, beija-flor. Este último tem o interessante costume de fazer seus ninhos em pés de urtiga, uma planta urticante, para protegê-lo de predadores.

Com tempo e sorte pode-se encontrar muitos animais da região como preás, lagartos, saguis, tatus, cobras.

Embora não tenha ficado hospedada no hotel, a comida, o atendimento e a estrutura são excelentes.

Fontes: Wikipédia, o próprio site do Hotel Fazenda: http://www.paimateus.com.br/
http://ecoviagem.uol.com.br/blogs/viagens-nacionais/viagens-nacionais/a-natureza-no-sertao-nordestino-6097.asp