Texto e fotos: Claudia Komesu

A primeira parada na viagem sem destino de 2009 foi em Bertioga, na casa do querido Toshiaki. Estávamos levando o Rafael Fortes como guia, mais a companhia da Elisa Torricelli e do Márcio Toledo, que nos mostrou a Barra do Una. Na Barra do Una, logo que estacionamos o carro, a linda garça-real, prejudicada por uma lente que disseram ter consertado, mas continuava com o sharpness bichado.

Alguns metros a frente, encaramos uma travessia de riacho com pedras que doíam meus pés-de-moça, calor sufocante, vento tão forte que não dava para ouvir as aves — mas fomos recompensados com a juruva mais próxima e bem-comportada que já tive. Saíra-sete-cores, chorozinho-de-asa-vermelha, cuspidor-de-máscara-preta, tiê-sangue.

A casa do Toshiaki fica em um condomínio bacana, que mantém bastante da vegetação original.