Distante a apenas 30 km de Porto Alegre, a Barra do Ribeiro situa-se no lado oposto do Rio Guaíba, antes da entrada da Lagoa dos Patos.

cardeal

cardeal

 

  • Texto e fotos: Gilberto Müller
  • Câmera: Canon Powershot SX50

Formamos um grupo de três observadores, domingo 28/07/13, e saímos às 6h15min de Porto Alegre, para chegar na área de observação antes do raiar do sol. Programamos para estar de volta em Porto Alegre ao meio-dia.

Pegamos a BR-290 direção sul, até Eldorado do Sul, entrando na Estrada do Conde, por onde seguimos até Guaíba. Neste trecho ainda era noite e havia muita neblina, e não observamos nenhuma ave.

De Guaíba, pegamos a RS104 (estrada de chão) até Barra do Ribeiro, e de Barra em direção sul pela antiga estrada estadual. A observação foi realizada somente desde a estrada, parando de trechos em trechos para os registros. Nesse trecho avistamos e fotografamos diversas aves, apesar do frio da manhã  que era de aproximadamente 10 graus centígrados. A primeira a ser avistada foi uma saracura-do-banhado que atravessou a estrada, deixando o seu par do outro lado, causando um grande alvoroço. Em seguida avistamos um cardeal e próximo a ele um trinca-ferro cantava.  Grandes bandos de tapicurus e maçaricos atravessavam o céu, na sua migração diária. Várias espécies de rapinantes foram registradas em seus postos de caça, e na sequência diversas outras espécies. Logo o sol já se fazia presente, esquentando um pouco o ambiente, e agitando mais as aves.  Numa árvore grande, avistamos de longe um jovem carrapateiro. Ao nos aproximarmos, em seguida vieram da mata os dois pais, pousando na mesma árvore, e gritando numa posição defensiva.

Numa resteva de lavoura de arroz, admiramos o colhereiro, pernilongos, quero-queros, maguari, garças, maçaricos e caracará. Foi um belo espetáculo, apesar da distância que as aves estavam.

Quase no fim do passeio assistimos a um show aéreo de narcejas, fazendo o seu ruído de voo característico. Mais adiante, uma outra narceja que estava no solo ficou parada vários minutos para que registrássemos a sua presença.

Havíamos passado da sede de Barra do Ribeiro por uns 10km em direção a Tapes, já no início de zona de pequena serra,  quando o horário nos indicou a necessidade de retornar.

O regresso, que foi pela BR-116, ainda nos brindou com um bando de mergulhões-grandes num açude à beira da estrada.

Meio-dia como previsto, estávamos de volta em Porto Alegre, com fotos de 40 espécies diferentes. Isso foi realizado num período total de menos de 6 horas.

ANHIMIDAE
Chauna torquata (tachã)
PODICIPEDIDAE
Podicephorus major (mergulhão-grande)
CICONIIDAE
Ciconia maguari (joão-grande ou maguari)
ARDEIDAE
Ardea alba (garça-branca-grande)
Egretta thula (garça-branca-pequena)
THRESKIORNITHIDAE
Plegadis chihi (maçarico-preto ou caraúna-de-cara-branca)
Phimosus infuscatus (maçarico-de-cara-pelada)
Platalea ajaja (colhereiro)
FALCONIDAE
Caracara plancus (caracará)
Milvago chimachima (carrapateiro)
RALLIDAE
Aramides ypecaha (saracuruçu)
Aramides saracura (saracura-do-mato)
Pardirallus sanguinolentus (saracura-do-banhado)
CHARADRIIDAE
Vanellus chilensis (quero-quero)
RECURVIROSTRIDAE
Himantopus himantopus (pernilongo)
SCOLOPACIDAE
Gallinago paraguaiae (narceja)
LARIDAE
Chroicocephalus maculipennis (gaivota-maria-velha)
COLUMBIDAE
Columbina talpacoti (rolinha-roxa)
Zenaida auriculata (pomba-de-bando)
PSITTACIDAE
Myiopsitta monachus (caturrita)
CUCULIDAE
Guira guira (anu-branco)
ALCEDINIDAE
Chloroceryle amazona (martim-pescador-verde)
PICIDAE
Colaptes campestris (pica-pau-do-campo)
FURNARIIDAE
Furnarius rufus (joão-de-barro)
TYRANNIDAE
Serpophaga subcristata (alegrinho)
Pitangus sulphuratus (bem-te-vi)
Satrapa icterophrys (suiriri-pequeno)
Xolmis irupero (noivinha)
TROGLODYTIDAE
Troglodytes musculus (corruíra)
TURDIDAE
Turdus rufiventris (sabiá-laranjeira)
MIMIDAE
Mimus saturninus (sabiá-do-campo)
Mimus triurus (calhandra-de-três-rabos)
THRAUPIDAE
Saltator similis (trinca-ferro-verdadeiro)
Paroaria coronata (cardeal)
EMBERIZIDAE
Zonotrichia capensis (tico-tico)
Sicalis flaveola (canário-da-terra-verdadeiro)
ICTERIDAE
Chrysomus ruficapillus (garibaldi)
Agelaioides badius (asa-de-telha)
Molothrus bonariensis (vira-bosta)
Sturnella superciliaris (polícia-inglesa)