Serra da Canastra: Refúgio das Aves do Cerrado

  • http://alessandroabdala.com/livro (flipbook com diversas páginas do livro e link para comprar)
  • Fotos: Alessandro Abdala, divulgação do livro
  • Texto: Claudia Komesu e release de divulgação do livro

“Pode falar pro Alessandro que é um dos melhores livros de divulgação de uma região que eu já vi”

– comentário do Cristian Andrei, meu marido, e o tipo de gente que não faz elogio só para agradar

Espero que você tenha a oportunidade de folhear e, se puder, compre o livro do Alessandro Abdala sobre a Serra da Canastra. Não se trata de um livro de fotos, ainda que as fotos sejam muito boas. O livro do Alessandro é uma das poucas obras capazes de combinar, com elegância e capricho, história, cultura e natureza.

Várias pessoas do meio passarinheiro já ouviram falar do Alessandro como um birdwatcher que mora em Sacramento, guia por lá, já teve fotos premiadas no concurso do Avistar. Mas talvez nem todas saibam que o Alessandro é formado em História pela UNESP, é professor de História na rede pública, é co-editor da Revista Cultural de Sacramento, tem uma agência de comunicação e também é designer.

Os atributos do Alessandro renderam um livro inédito no Brasil. Alessandro imaginou a estrutura do livro, escreveu o conteúdo, fotografou as aves, os mamíferos, as paisagens (um acervo de vários anos), tratou as fotos, desenvolveu o projeto gráfico, acompanhou a impressão. E agora está saboreando o prazer, bem merecido, de receber diversos elogios de quem recebe o livro ou vê a exposição de fotos itinerante, que agora (janeiro 2018) está em um shopping em Uberaba e continuará visitando as cidades da região da Canastra até ficar exposta definitivamente no centro de visitantes do Parque Nacional da Serra da Canastra.

O livro tem 248 páginas e impressiona pela coesão do projeto, a riqueza de informações históricas sobre a região, a diversidade das aves retratadas e elegância das fotos, o raro prazer de ver ilustrações da fauna brasileira (pequenas e delicadas vinhetas), de autoria de Denis Balduíno, amigo de infância do Alessandro.

A Serra da Canastra é um dos parques bem conhecidos no Brasil, destino popular para pessoas em busca de cenários amplos e cachoeiras. Mas não é um lugar fácil para ver fauna. Pessoas que não têm o olhar de um birdwatcher podem passar vários dias por lá, sem reparar no galito, no papa-moscas-do-campo, o tapaculo-de-colarinho, os vários caboclinhos. Com o livro impresso, a exposição no centro de visitantes, é possível tornar a beleza da natureza mais concreta para os visitantes.

Parabéns ao Alessandro. Não é apenas um livro: é uma doce e poderosa declaração de amor pela Serra da Canastra.

Agradeço também a boa vontade da empresa Scala – queijos, que foi parceira nesse projeto. Não é comum ver empresas apoiando assim a divulgação da natureza brasileira, e espero que o exemplo da Scala seja seguido por muitas outras.

 

Sobre a relação com o ICMBio

Fiz algumas perguntas pro Alessandro sobre  o processo de produção do livro, se ele teve algum problema com o ICMBio, se teve que pagar alguma taxa. Ele respondeu que a relação foi ótima e que o livro foi considerado obra com finalidade preponderantemente educativa e com fins culturais, portanto, isenta de taxas. As palavras exatas do Alessandro foram:

Para a produção do livro, a minha relação com a direção do parque ocorreu da melhor forma possível. Diretores e funcionários sempre foram cordiais e muito atenciosos. Como sou condutor credenciado pelo ICMBio, e já atuo há bastante tempo no parque, não tive problema com acesso em horários especiais e nem precisei fazer nenhuma solicitação específica para isso, mas acredito que essa autorização pode ser feita mediante uma solicitação formal. Quem tem pesquisa inscrita no Sisbio, pode fazer a solicitação diretamente pelo sistema Sisbio. Para captar e publicar as imagens precisei assinar alguns termos e formulários, que são disponibilizados pela direção do parque: “Formulário de solicitação de autorização para uso da imagem de unidade de conservação”, “Termo de cessão de uso não comercial de imagens”  um “Termo de Assunção de Riscos” e também uma declaração afirmando que o livro trata-se de obra com finalidade preponderantemente educativa e com fins culturais.

 

O Alessandro e o Virtude

Estou escrevendo “o Alessandro”, em vez de “Alessandro”, porque talvez outro atributo pouco conhecido do Alessandro é que ele é o designer responsável pela criação do logo do Virtude, no início de 2012. Eu estava começando a desenvolver o site, e ele simplesmente se ofereceu pra criar um logotipo. De graça, sem motivo nenhum. Só porque ele também é a favor da divulgação da natureza. Este post conta o processo, inclusive as primeiras versões do logo. http://virtude-ag.com/news-logotipo-virtude/. Além de criar o logo, o Alessandro também me ajudou com uma revista pro Avistar de 2012. Fiz o projeto (em PowerPoint), e o Alessandro montou num arquivo que pudesse ser impresso. Também de graça, como contribuição pra divulgação do birdwatching. http://virtude-ag.com/revista2012-paginas-impressas/

No final do ano passado tive a honra de ver um PDF do livro antes da impressão. Troquei algumas ideias com o Alessandro, fiz algumas sugestões. Ele gostou bastante da sugestão de incluir os nomes em inglês dos bichos, mas pra mim, minha maior contribuição foi ter falado “Por que você trocou a foto do tamanduá-bandeira com filhote??? Você tem que voltar aquela foto!!” É uma foto maravilhosa, talvez a mais bonita que eu já vi desse animal fantástico com um filhotinho pequeno nas costas, mas que em algum momento o Alessandro achou que estava recortada demais ou sei lá o quê, e tinha trocado por outra, mas eu implorei e ele voltou atrás.

Claro que “implorei” é um exagero. O Alessandro é uma pessoa muito tranquila, zen, e realmente me orgulho de ter participado um pouquinho da fase final do livro.

 

Release oficial do livro

LIVRO SOBRE A SERRA DA CANASTRA REVELA AVES RARAS E AMEAÇADAS DE EXTINÇÃO

“SERRA DA CANASTRA: Refúgio das Aves do Cerrado” conjuga a fotografia de natureza ao levantamento histórico e cultural da Serra da Canastra. Exposição de fotos itinerante é complemento da obra.

O fotógrafo e observador de aves Alessandro Abdala, lança neste mês de dezembro de 2017, na Casa da Cultura de Sacramento (MG), o livro “SERRA DA CANASTRA: Refúgio das Aves do Cerrado”. A obra foge do modelo tradicional de livros de fotografia de natureza e alia belíssimos registros fotográficos a valiosas informações histórico culturais sobre a região da Serra da Canastra. Apresenta um panorama do rico bioma Cerrado, numa visão artística que descreve paisagens, plantas, animais, cultura, gente e principalmente as aves da Serra da Canastra. São mais de cem espécies retratadas em fotos cuidadosamente escolhidas pelo autor, que há mais de uma década atua conduzindo observadores de aves na região do Parque Nacional da Serra da Canastra. A obra é enriquecida por textos explicativos e ilustrações exclusivas.

Além das aves típicas da região da Canastra, o livro apresenta primorosas fotografias de espécies raras e ameaçadas de extinção, como o pato-mergulhão (Mergus octosetaceus) uma das aves mais raras e ameaçadas do mundo. Outras espécies ameaçadas encontram no Parque Nacional da Serra da Canastra um verdadeiro refúgio para sobrevivência. “Dentro do bioma Cerrado, as aves especializadas nos campos naturais são algumas das que mais sofrem ameaças atualmente, como queimadas criminosas e a exploração indiscriminada dessas terras para a agropecuária”, relata o autor. Galito (Alectrurus tricolor), andarilho (Geositta poeciloptera), papa-moscas-do-campo (Culicivora caudacuta) e a magnífica águia-cinzenta (Urubitinga coronata), todas em extinção, são algumas das espécies dependentes dos campos naturais e retratadas na obra. O livro revela ainda, imagens de espécies pouco documentadas, como o maxalalagá (Micropygia schomburgkii) um tipo de saracura de áreas campestres extremamente arisca, da qual existem raros registros fotográficos publicados.

Junto com o lançamento acontece a abertura da exposição fotográfica itinerante, que percorrerá as cidades levando a riquíssima biodiversidade da Serra da Canastra a museus, escolas e outros espaços públicos e privados.

 

Sobre o autor:

Alessandro Abdala, mineiro de Sacramento (MG), formado em História pela UNESP, é pesquisador e professor de História, fotógrafo premiado e designer gráfico.

Também é co-editor da Revista Destaque IN, Revista cultural de Sacramento, e dirige a agência Impacto Comunicação, onde desenvolve projetos de cunho editorial.

Como pesquisador tornou-se profundo conhecedor da região do antigo Julgado do Desemboque, Sacramento e Serra da Canastra, onde atua como guia em viagens exclusivas para observação de vida selvagem no interior e entorno do Parque Nacional da Serra da Canastra. O gosto pela fotografia, que era antigo, aprimorou-se com a vontade de registrar as belezas naturais e as formas de vida silvestre que observava sempre. À paixão pelas aves aliou a técnica fotográfica para produzir imagens que retratam a diversidade das paisagens, flora e fauna do cerrado mineiro.

Atualmente, Alessandro desenvolve projetos nas áreas de educação, design e fotografia, tendo seus trabalhos publicados no Brasil e no exterior.

 

Livro:

“SERRA DA CANASTRA: Refúgio das Aves do Cerrado”

Alessandro Abdala

Editora Bertolucci – 248 págs.

R$ 120,00

 

Contatos:

E-mail:

fotos@alessandroabdala.com,

camilamachado.impacto@gmail.com

 

O Virtude convida os autores de produtos relacionados a aves a se apresentarem. Podem ser produtos comerciais, só precisam ser bonitos, relacionados com a natureza, de preferência brasileira.

A descrição do produto é responsabilidade do produtor, mas se a descrição for diferente do que você adquiriu, envie um e-mail para claudia.komesu@gmail.com.

Caso você conheça o produto pela Virtude, por favor passe essa informação para o autor no momento da compra e, se possível, para nós. Não ganhamos comissão, mas é uma informação importante sobre a influência da Virtude.

.

Presentes do bem (+)

 

Produtos comerciais 

 

Ideias para produtos (+)