Vencedora do concurso: Kelma Cavalcante

Período: 6 de janeiro a 16 de março de 2014. Prêmio: HD de 2TB

O Lado B é um convite a buscarmos um olhar mais artístico sobre as aves e outros animais, e a nunca nos esquecermos de que todas as espécies são interessantes

Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_01
Paisagem em Alagoa Grande - PB
Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_02
Flor de Palma - Sítio Samambaia, Puxinanã - PB
Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_03
Árvore e sol em Areia - PB
Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_04
Abelha na flor - Sítio Samambaia, Puxinanã - PB
Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_05
Aranha e sua presa - Sítio Samambaia, Puxinanã - PB
Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_06
Pererecas em planta - Sítio Samambaia, Puxinanã - PB
Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_07
Lagartixa - Hotel Fazenda Pai Mateus - Cabaceiras - PB
Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_08
Sagui em cipós - Seridó - PB
Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_10
Sanhaçu-cinzento - Campina Grande - PB
Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_12
Bigodinho (macho e fêmea) - Areia - PB
Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_13
Bem-te-vi - Hotel Fazenda Pai Mateus - Cabaceiras - PB
Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_14
Gaturamo-fifi (fim-fim) - Sítio Samambaia, Puxinanã - PB
Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_15
Rouxinol (corruíra) - Sítio Samambaia, Puxinanã - PB
Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_16
Bacurau-da-caatinga - Lajedo Manuel de Souza - Cabaceiras - PB
Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_17
Sabiá-do-campo - Hotel Fazenda Pai Mateus - Cabaceiras - PB
Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_18
Cambacica - Hotel Fazenda Pai Mateus - Cabaceiras - PB
Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_20
Casaca-de-couro - Hotel Fazenda Pai Mateus - Cabaceiras - PB
Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_21
Galo-de-campina (cardeal-do-nordeste) - Hotel Fazenda Pai Mateus - Cabaceiras - PB
Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_22
Golinha (patativa) - Hotel Fazenda Pai Mateus - Cabaceiras - PB
Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_23
Corrupião (contriz) - Seridó - PB
Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_24
Provavelmente o beija-flor-de-garganta-verde - Sítio Samambaia, Puxinanã - PB
Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_25
Tico-tico - Hotel Fazenda Pai Mateus - Cabaceiras - PB
Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_26
Arapaçu-do-cerrado (Cutia-de-pau) - Hotel Fazenda Pai Mateus - Cabaceiras - PB
Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_27
Canário-rasteiro - Hotel Fazenda Pai Mateus - Cabaceiras - PB
Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_28
Gibão-de-couro (birro) - Lajeado Manuel de Souza - Cabaceiras - PB
Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_29
Asa-de-telha-pálido - Hotel Fazenda Pai Mateus - Cabaceiras - PB
Brasil_Birdwatchers_Kelma-Cavalcante_30
Urubu-de-cabeça-preta - Sítio Samambaia, Puxinanã - PB

.

Kelma Cavalcante é a vencedora do concurso da rodada 8 do Lado B, O Brasil dos Birdwatchers

O período de inscrição para o concurso do Lado B, O Brasil dos Birdwatchers, se encerrou neste domingo, dia 16 de março.

É com orgulho que anuncio a vencedora do concurso: Kelma Cavalcante. Kelma enviou belas imagens da Paraíba de Encantos: paisagens com nuvens espelhadas, insetos e flores, luz filtrada por entre as folhas de árvores altas, e diversas aves, inclusive em cenários urbanos: sabiá-do-campo e cambacica que vieram compartilhar a refeição à mesa.

A Kelma é colaboradora do Virtude desde 2012, quando participou da primeira rodada do Lado B. A Kelma não era birdwatcher, e acho que até hoje ela é mais fotógrafa do que birder. Ela tem um olhar fotográfico muito bom, como mostra aquela foto dos pombos-domésticos tomando uma água de coco na praia, que ela compartilhou para a rodada do Dia dos Namorados.

Parabéns, Kelma! Você merece e é uma alegria enviar o HD pra você.

Reflexões sobre essa rodada do Lado B

A Kelma não teve concorrentes no concurso. O Luiz Ribenboim manifestou interesse desde o começo, mas deixou claro que não gostaria de concorrer ao prêmio. Separei fotos minhas e do Cris como sempre. Algumas pessoas haviam me escrito e disseram que gostariam de participar, e eu falei que as fotos poderiam ser enviadas perto da data final, caso elas quisessem reunir mais fotos. Mas perderam o prazo.

Fiquei pensando no significado de não ter mais inscritos para o concurso, e sei que há vários motivos: pouca divulgação, regras compridas, uma exigência que não é tão comum: birdwatcher que também fotografe ao redor, ou fotógrafo que tenha várias fotos de aves. Ainda que a Kelma tenha muitos méritos, o fato de só ter uma pessoa concorrendo dá o que pensar, mas se pudesse voltar no tempo, não faria diferente.

O Virtude-AG é um projeto que começou em 2011, logo que deixei o trabalho na consultoria econômica. Eu queria fazer um site que contivesse informações para iniciantes. No começo não tinha pensado que ele poderia ser colaborativo, mas se tornou, e se hoje ele aparece na primeira página do Google como “birdwatching brasil” é devido à grande quantidade de informações e fotos que os amigos do Virtude compartilharam.

O Virtude pode não ter atualizações frequentes ou mecanismos que fazem a pessoa olhar o site toda semana, mas se consolidou como uma boa fonte de informações para iniciantes, e também para birdwatchers a procura de um passeio ou viagem.

É sempre bom receber mais materiais para postar, mas não preciso mais fazer campanha para haver novidades, e sempre fui a favor de valorizar quem já ajudou. Por isso é um prazer que a Kelma seja a vencedora.

As novidades do Virtude são sempre divulgadas na Newsletter, em posts, e ficam na barra de aviso no topo da página da home.

Antes de publicar o post, entrei em contato com a Kelma, expliquei que ela é a ganhadora, mas que não houve concorrentes, e mostrei o texto do post. Ela me deu uma resposta ótima, que compartilho aqui:

“Você sabe que concorrendo a prêmios ou não, eu gosto muito de participar do Virtude. Fui muito bem recebida e acolhida por você quando resolvi participar. Me sinto sim merecedora, pois faço com muito carinho, amo a natureza, adoro fotografá-la, e poder mostrá-la não só na minha página, mas em outras, é uma maravilha pra mim. Sei que meu equipamento não é dos melhores (nem autofoco tem, é tudo no manual), faço um esforço danado, mas faço porque gosto, e quando consigo fotografar uma ave que sempre tive vontade, fico super contente, pra mim é um prazer!”

Num concurso de fotos em geral só podemos julgar uma imagem, não as intenções ou a personalidade da pessoa. Desta vez é um privilégio que o prêmio possa ser entregue pra uma pessoa que tem essa relação com a natureza e a fotografia.

Álbuns do Lado B – O Brasil dos Birdwatchers

Luiz Ribenboim pediu para não concorrer ao prêmio. Claudia Komesu e Cristian Andrei, como sempre, não concorrem nos concursos do Virtude. O álbum de fotos do Cristian só foi publicado depois do fim do período de inscrições, porque ele seria o juíz, e pensei que a seleção de fotos dele poderia influenciar de alguma forma.

Divulgação e regras do concurso O Brasil dos Birdwatchers, divulgado em dezembro de 2013, com inscrições encerradas em 16 de março de 2014

009

Em silêncio, no exercício da caça dos anjos, ou em grupos alegres de tamanhos diversos, caminhamos por trilhas e estradas registrando o maravilhoso, e às vezes invisível.

Seja em locais com fama mundial, seja em jardins, parques, da janela de casa, estradas empoeiradas, nosso olhar traz à tona aves que a maioria das pessoas nem sabe que existem, mamíferos que estamos acostumados a ver apenas atrás de grades, insetos – talvez de fato pequenos ETs, árvores, flores, frutos e folhagens que seriam o delírio dos naturalistas do século XIX.

O privilégio de viver num país tropical, lar de mais de 1.800 espécies de aves, mais de 530 espécies de mamíferos e uma infinidade de plantas, insetos e aracnídeos.

.

O Lado B da fotografia de aves lança um novo convite: venha mostrar o Brasil que você vê

1. Selecione de 25 a 30 fotos de natureza feitas por você (Veja o item “Como as fotos serão julgadas?” para entender por que o número variável).

2. Pelo menos 15 de aves brasileiras silvestres livres.

3. Cinco ou mais devem ser desses dois tipos, sendo pelo menos uma de cada um dos dois tipos: (Tipo 1) paisagem, (Tipo 2) insetos ou aracnídeos, mamíferos, répteis, anfíbios, árvores, flores ou folhagens – todos devem ser silvestres brasileiros. Bichos em liberdade.

4. Dê um título para seu álbum que explique o conjunto.

5. Todas as fotos devem ter legenda de identificação (veja mais informações abaixo).

  • Prêmio: um HD My Passport Ultra 2TB USB 3.0, com auto e cloud backup
  • Prazo de envio das fotos: 6 de janeiro a 16 de março de 2014
  • Divulgação do ganhador: 31 de março de 2014

 

Regulamento e informações importantes

Inclui as exigências e a descrição do que será julgado. Ao enviar as fotos, significa que você leu todo este texto com atenção

Qual o objetivo do concurso? Compartilhar visões da beleza do Brasil. Mostrar aos ainda não-birdwatchers como passarinhar é divertido e oferece oportunidades para passear e ver o mundo com mais beleza. Valorizar o estilo de fotografia que vai além de uma lista de lifers: olhar para a beleza de tudo que está ao nosso redor, mesmo que sejam espécies comuns, mesmo que não sejam aves. Incentivo da fotografia como uma arte que exige paciência e dedicação – mas que compensa com imagens capazes de encantar.

Quem pode participar? Birdwatchers que pratiquem a fotografia de aves como amadores, que tenham fotos da natureza brasileira, independente da nacionalidade. Se for estrangeiro, basta ter um endereço no Brasil para onde o prêmio possa ser enviado, caso seja o ganhador.

Menores de 18 anos podem participar se a inscrição for feita pelos pais ou responsáveis.

Um amigo me disse que teria interesse em compartilhar as fotos, mas sem participar do concurso. Você pode enviar imagens para compartilhar suas visões de belezas do Brasil, e dizer que não quer concorrer ao prêmio.

Precisa ser um painel do Brasil? E se eu tiver fotos só da minha região? Se tiver fotos só da sua cidade ou região, crie um álbum bonito com essas fotos. É a sua visão daquele pedacinho do país. Mesmo quem tem fotos de vários locais do país pode escolher criar álbuns de uma região específica.

Posso participar com mais de um álbum? Sim, você pode enviar até 5 conjuntos de 25 a 30 fotos. Opcionalmente, você pode mandar também algumas fotos de você passarinhando, como se fossem as fotos de bastidores.

Todas as fotos devem ter sido feitas no Brasil? O objetivo do concurso é mostrar um cenário brasileiro, então a preferência é por fotos feitas no Brasil. Eventualmente você pode usar fotos de espécies brasileiras registradas em outros países, se a cena tiver cara de Brasil. Evite selecionar espécies raras e difíceis no Brasil, mas que em outros países são comuns. As fotos de paisagem e macro devem ser feitas no Brasil.

Informação importante sobre o prêmio O HD portátil My Passport Western Digital (WD), 2TB, USB 3.0, foi comprado na Amazon e entregue em Nova York agora no final de novembro. Um amigo trouxe para mim, e eu disse que ele poderia tirar da caixa. Recebi o HD, testei (copiei algumas fotos de aves para ele, e depois apaguei). Veja a foto: e repare que há um leve arranhão na superfície do plástico, provavelmente aconteceu no transporte de Nova York para o Brasil. LadoB_dez13_birdwatchers_01

Se o ganhador quiser, posso enviar uma cópia da nota da Amazon, mas não sei o quanto ela é válida no Brasil. Entretanto, posso dizer que a assistência da WD no Brasil é excelente. Eu já tive um problema de não conseguir usar mais de um HD de 2TB ao mesmo tempo (tenho 4 HDs da WD), entrei em contato com assistência deles via o site, o técnico me ligou no dia seguinte e me explicou como configurar o Windows para aceitar os vários dispositivos ao mesmo tempo. Ele não pediu nenhum tipo de comprovante de compra, bastou registrar minha solicitação no site com o número serial do HD. E alguns dos meus HDs foram comprados em Nova York, então se você precisar de assistência, imagino que não terá problema.

Posso colocar meu nome na foto? Peço que não coloque. Vou publicar as fotos enviadas no Virtude-AG conforme for recebendo, e no site elas estarão com seu nome no canto inferior direito. Mas na hora de julgar, o Cristian Andrei – o jurado do concurso verá as imagens originais, sem o nome do autor.

Não se preocupe, o Cristian não ficará espionando a página do Virtude, ele conhece poucas pessoas do mundo passarinheiro e não tem interesse em favorecer ninguém.

As fotos podem conter elementos urbanos ou pessoas? Sim. Afinal, as aves estão em todos os lugares, inclusive nas cidades. Apenas evite fotos em que aparecem nomes de marcas e, se aparecer uma pessoa com a identidade reconhecível, peça autorização para ela antes de enviar a foto.

Posso usar fotos premiadas em outros concursos? Se isso não fere as regras do outro concurso, sem problemas. Nenhuma imagem que consta no Virtude-AG precisa ser inédita ou exclusiva.

Como as fotos serão usadas? As fotos enviadas ficarão expostas numa página do Virtude-AG e serão usadas apenas na divulgação do concurso ou eventualmente em algum post de análise de fotos, sempre de forma positiva.

Galeria da primeira edição do Lado B: http://virtude-ag.com/lado-b-r1-jun-ago-2012/

Todos os conjuntos de 25-30 fotos serão postados no Virtude-AG conforme forem chegando. Lembramos que não temos como impedir que alguém copie sua foto, seja por “Salvar imagem como” ou por Printscreen. Todas as fotos do Virtude estão com resolução de 80dpi, ou seja, elas têm resolução para tela de computador, mas não para impressos.

Qual a configuração dos arquivos? JPGs com 960 pixels de largura. A altura pode ser diversa. Se for na proporção 10×15, o tamanho do arquivo será 640×960 pixels, mas você pode enviar fotos quadradas (960×960), mais estreitas (menos de 640), ou na vertical (1.440×960). Se quiser, pode enviar em 80 dpi, em vez de 300. Se não souber mexer nos dpis, não precisa mexer, eu exporto o arquivo. Você pode enviar fotos em preto e branco. Você pode enviar fotos scaneadas feitas com câmeras de filme, basta informar.

Exigências do concurso

– Todas as fotos precisam ser de sua autoria.

– Todas as aves precisam ser de espécies silvestres brasileiras em liberdade.

– Mamíferos, anfíbios, répteis, insetos, aracnídeos, também devem ser silvestres livres e, de preferência, não manipulados. Ou seja, se você coloca um anfíbio ou um inseto numa flor, mas essa flor não é um lugar onde ele estaria normalmente, não é um cenário brasileiro.

– Mantenha o exif nas fotos. Se são scans de filmes, me passe essa informação.

– Cada álbum precisa ter um título, e cada imagem deve ter uma legenda que a identifica. Nome popular (o que consta no Wikiaves.com.br, que é o mesmo do CBRO) e, quem quiser, também o científico das espécies de aves. Além disso, Cidade – Estado. Nas fotos que não são aves, nome para o que você souber, se não souber, apenas Cidade – Estado. Não precisa colocar o nome em cada arquivo, pode nomear os arquivos como IMG_01.jpg ou DSC_01.jpg ou Lado-B_01.jpg e no corpo do texto do e-mail de envio, faça uma uma legenda por linha, essas informações serão coladas no respectivo álbum:

“01 – ave tal na Cidade – Estado”.

“02 – ave tal na Cidade – Estado”.

– Se você tem menos de 18 anos, sua inscrição terá que ser feita por seus pais ou responsáveis, no nome desse adulto. Na hora de enviar as fotos para meu e-mail, você diz quem é o autor das fotos.

Por que o prazo grande? Resolvi anunciar agora, para os interessados começarem a separar as fotos, mas vou entrar em recesso no Natal e Ano Novo. Volto a trabalhar no Virtude partir de 6 de janeiro. O prazo até 16 de março é para dar tempo da pessoa buscar fotos de paisagem e macro, caso só tenha fotos de aves.

Como as fotos serão julgadas? Quem julgará as fotos será o mesmo jurado da primeira rodada do Lado B, Cristian Andrei. Cristian tem a fotografia como hobby há mais de 30 anos, já fez vários workshops de fotografia com Araquém Alcântara, tem uma boa cultura geral de fotógrafos de natureza. Também é meu marido, e patrocinador de todos os custos do Virtude-AG, inclusive os prêmios.

Cristian eventualmente pode descartar algumas fotos para dar mais unidade ao álbum vencedor. Ele pediu esse mecanismo por imaginar conjuntos em que a maioria das fotos são boas, mas algumas destoam.

O que será julgado? Para começar, vamos dizer o que não será julgado: não será julgada  a qualidade do seu equipamento. Não vamos buscar fotos que poderiam aparecer num anúncio publicitário impresso. Não importa que sua foto tenha ruído, que sua câmera não aguente ISO alto, que sua lente tenha limitações de qualidade. Não vamos tentar encontrar qualidade de profissional num concurso para amadores. Mas isso não justifica fotos sem foco ou tremidas, afinal, é um concurso de fotos.

Todos têm chance de ganhar, entretanto, tenha em mente que é provável que o álbum vencedor seja de alguém com um equipamento pelo menos razoável, porque câmeras melhores permitem mais agilidade e resultados, especialmente na hora de registrar cenas de ação, que será uma das características valorizadas nas fotos. Além disso, fotos interessantes costumam ser o resultado de muitas horas no campo fotografando, e quem passa muitas horas nesse hobby geralmente guarda dinheiro para ter um equipamento pelo menos razoável.

Características que aumentam as chances do seu álbum ser o vencedor

– Olhar fotográfico: sua capacidade de olhar para uma cena e enxergar que aquilo dá uma boa foto. No caso das aves será considerada sua capacidade de compor a ave com o cenário, encontrar um fundo bonito, conseguir ângulos interessantes.

– O fundo limpo sempre é melhor do que um fundo poluído. Mas melhor do que um fundo limpo é um cenário bonito que mostra algo do habitat da ave em uma composição bonita, ou uma composição bonita e inusitada.

– Luz: fotografia é luz. Luz especial, luz bonita, contraluz interessante, luz misteriosa, sempre que a luz estiver bem empregada, valorizará sua foto.

– Seleção das imagens: uma foto espetacular torna seu conjunto mais forte, mas se a maioria das outros for fraca, provavelmente seu conjunto não será o vencedor.  Evite várias fotos parecidas, busque uma variedade, mas sempre selecionando as fotos bonitas.

– Olhar e cenas de ação: as aves ou os outros bichos se alimentando, em voo, brigando, namorando, encarando o fotógrafo sempre são mais interessantes do que o retrato estático.

O critério não é ornitológico: não é como no Wikiaves, em que você deve buscar a imagem que melhor representa as características da espécie. O critério é que a imagem seja bonita e interessante. Procure entre suas fotos aquelas que prendem o olhar.

Para ter certeza da participação A confirmação do recebimento das suas imagens, e que você está participando do concurso, é ter suas fotos publicadas no Virtude, na página do concurso. Se passar mais de 5 dias e eu não publicar, confirme comigo por e-mail, pelo Facebook ou pelo Wikiaves.

Obrigada por ler o regulamento com atenção. Mesmo que você não tenha interesse especial no prêmio, participe, venha compartilhar suas fotos e mostrar a beleza que só quem passarinha sem pressa, atento à beleza de tudo que existe, consegue ver. Para participar, basta preencher o pequeno formulário abaixo e depois enviar as fotos para o meu e-mail.

Texto e organização do concurso: Claudia Komesu, editora do Virtude-AG


Veja as fotos que participaram do primeiro concurso do Lado B


 Passeios e reflexões Lado B (+) 
  Apenas blogando (+)