Me chamo Felipe Bittioli Rodrigues Gomes, sou biólogo, formado pela Universidade de Taubaté. Morei em Quiririm, Taubaté, desde meu nascimento, em 1983. O contato com a roça, a mata e os animais desde cedo teve grande influência na minha formação. Durante a graduação estudei anfíbios anuros, os sapos, rãs e pererecas, e estudei um pouco de tudo sobre eles, desde aspectos da reprodução, alimentação e as comunidades., mas nunca deixei de olhar para o lado, com interesse nos répteis, nas aves e rastros de mamíferos que eu encontrava na várzea de arroz. Durante o mestrado, na UNESP de São José do Rio Preto-SP, estudei os aspectos da comunidade e da forma do corpo de girinos em Campos do Jordão. Atualmente, desenvolvo o doutorado no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia – INPA. Cheguei em Manaus em meados de 2009, com a intenção de estudar anfíbios, mas após seis meses, tive que me adequar a um novo orientador e projeto, e iniciei o estudo do uiraçu-falso.

Sou uma pessoa muito interessada em animais, independente do tipo, e sempre que vejo algo que me chama a atenção, coleto todos dados possíveis, e depois vou atrás da literatura para ver se é algum conhecimento novo ou não! Nessa “brincadeira”, já descrevi com outros pesquisadores alguns girinos, ninhos e comportamentos de aves, hábitos alimentares e reprodutivos de anfíbios, serpentes e aves, além de algumas listas de espécies.

Desde a graduação gosto de tirar fotos, mas como o foco sempre foram os anfíbios, minha pequena câmera compacta com 5x de zoom sempre deu conta do serviço. Iniciei a observação das aves em 2008, porém com minha câmera de sapos estava difícil fazer alguns registros! Graças a um amigo anônimo, o qual sou absurdamente grato, ganhei meu primeiro equipamento fotográfico para aves, um câmera compacta super-zoom. Eu estava muito feliz, e realizado com o equipamento. No meio do ano de 2011, indo para o Pará estudar um ninho de uiraçu-falso, minha câmera foi roubada no aeroporto de Manaus, e espremendo daqui, esticando dali, comprei uma câmera DLSR e uma lente 70-300 mm. Desde a época da compactazinha, passando pela super-zoom e a DLSR, registrei espécies muito interessantes, de sapos a mamíferos, e tenho algumas fotos publicadas em livros, sites e artigos.

Quanto aos desenhos, sempre gostei muito de desenhar, mas isso não significa que eu saiba desenhar! Acho que meus desenhos sempre têm cara de desenho, e não sei fazer um desenho com cara de fotografia, como nos guias. Mesmo assim, aprendi uma técnica de desenho com nanquim, e aprendi a desenhar girinos, os quais foram descritos (tanto os de minha autoria, como de colegas) e publicados com as minhas ilustrações. Além de girinos, tenho ilustrações de anfíbios publicadas em um livro para o ensino fundamental e médio, e três desenhos esquemáticos sobre comportamentos de forrageio do pica-pau-do-parnaíba (Celeus obrieni) em uma dissertação de mestrado.

Sou uma pessoa super eclética, tanto para filmes quanto para músicas. Nas músicas gosto de sertanejo raiz, sertanejo “comum”, sertanejo universitário, músicas clássicas, musicas Disco, MPB, forró universitário e pé de serra, samba e pagode, basicamente um pouco de tudo, só não suporto funk, rap e tecnobrega ou “melod” (bem comuns na região Norte). Filmes, gosto de todos os gêneros, em especial ficção científica e aventura, passando pelo terror, romance, comédias-românticas, com menos afeição por filmes de guerra e policiais, mas também assisto.

Para livros sou um pouco mais exigente, e isso torna um pouco difícil de achar e escolher. Gosto de livros inteligentes, e com temas religiosos ou conspirativos, como O Código Da Vinci, Anjos e Demônios e Fortaleza Digital. Gosto muito dos livros meio místicos e de auto-ajuda do Paulo Coelho, como O Alquimista. Além disso, gosto de livros que tenha relação com a biologia, como relatos de viagens do Sant’Hillare, do Darwin, e Bates (lendo este atualmente). O ultimo que li foi muito interessante, mas extremamente longo, O canto do Dodô, que fala de biogeografia de ilhas, mas já li também livros sobre o Dalai Lama, Einstein, além de temas extraterrestres (que me dão medo, mas adoro!).

Participação no Virtude

  • Home
  • duas colunas
  • News
  • Alternative
  • Banner
  • Featured
  • Plain
  • Home-random
  • Condensado
  • Celular
  • Mansonry
  • Oito quadrados
  • tres-colunas
  • Celular2

Amigos do Virtude-AG