Por que vale a pena: Jacutinga possui vários fragmentos de Mata Atlântica e mata ciliar e uma lista de mais de 300 espécies. Geiser Trivelato mora na cidade e faz o levantamento de aves e outras espécies de fauna há mais de 15 anos. Jacutinga fica a menos de 100 km de Campinas, perto de Águas de Lindóia.

Coruja-orelhuda (Asio clamator) Striped Owl (Juvenil)

 

 

Texto e fotos: Geiser Trivelato.

Geiser Trivelato é fotógrafo de natureza e guia de birdwatching. Dedica-se à fotografia de natureza há mais de 11 anos, e já teve fotos publicadas na National Geographic, Terra da Gente e Atualidades Ornitológicas.

As fotos desta galeria são de espécies presentes em Jacutinga, mas nem todas as fotos foram feitas na cidade. O trabalho do Geiser em Jacutinga é principalmente de mapeamento dos pontos. Quando guia, o foco é guiar o cliente, muitas vezes nem leva a câmera.

Informações enviadas em março de 2012.

Quadro resumo: Jacutinga – MG

Indicação de passeio escrito por Geiser Trivelato com base em centenas de passeios ao longo de 15 anos.

  • Destaques: estalador, soldadinho, fura-barreira, ariramba-de-cauda-ruiva.
  • Nível de dificuldade: fácil. Cidade com boa estrutura, estradas boas, pontos próximos um do outro. O passeio às margens do rio Mogi é um pouco mais cansativo porque às vezes a trilha fica estreita, mas é sempre em terreno plano.
  • Infraestrutura do local: boa. Boas estradas, fácil de chegar (tanto de carro, como de ônibus), há opções de hotéis e restaurantes. Para quem viaja com a família, há opções de compras de malhas ou passeios em parques aquáticos.
  • Oportunidades fotográficas: boas e às vezes muito boas. Quem conhece a Mata Atlântica vai atrás principalmente do estalador e fura-barreira, duas espécies incomuns em outras regiões. Apesar da região não ter grandes áreas preservadas, sempre aparecem aves diferentes, em geral em terrenos abertos e com boa luz.
  • Como chegar: a viação que serve Jacutinga é o Expresso Gardênia. De São Paulo, saem ônibus pela manhã, no início e no fim da tarde, 3h de viagem. De Campinas há ônibus com frequência. De carro, São Paulo – Jacutinga são 2h30.
  • Guia ornitológico: Geiser Trivelato (Guia de observadores de aves e fauna na Mata-atlântica, Cerrado e Pantanal). Mora em Jacutinga. www.geisertrivelato.webs.com.
  • Logística: Jacutinga tem opções de hotéis e restaurantes, e fica muito perto de cidades do circuito das águas, com várias estâncias hidrominerais. Para ver indicações de hotéis e restaurantes, acesse o site do Geiser:
    http://geisertrivelato.webs.com/jacutinga.htm

Jacutinga esta localizada no Sul de Minas Gerais, bem na divisa com o Estado de SP, a menos de 100 km de Campinas e a 200 km de São Paulo capital. Seu território é cortato pela Bacia do Rio Mogi-Guaçu e pela Serra da Mantiqueira. Sua altitude varia de 800 metros nas margens do Rio Mogi e de 1.300 a 1.800 nas Serras como a do Alto Alegre e as Pedra da Ventania e a Pedra Branca respectivamente localizadas nas cidades vizinhas de Ouro-Fino (MG) e Santa Rita de Caldas (MG).

A vegetação predominante é a Mata Atlântica com vários fragmentos principalmente nas encostas das serras, já durante todo o curso do Rio Mogi-Guaçu temos uma mata ciliar até certo ponto bem preservada e contínua, onde predomina a mata-semidecídua de planalto (caracterizada pela perda das folhas no outono/inverno e pela exuberância na primavera verão). Logo ao lado da mata-ciliar do Rio Mogi-Guaçu nas áreas planas surgem áreas abertas sujeitas as inundações no verão e que chamo de várzeas ou brejos. Áreas de pastagens e antrópicas também são frequentes na região, por ainda ter a atividade de criação de gado de leite e para produção de queijos. Plantações mais comuns são do café, da cana-de-açúcar e eucaliptos. As matas secas estão nas áreas mais altas e longe de cursos d’água, já as matas úmidas com muitas bromélias e palmitos-jussara nas baixadas e geralmente mais próximas dos rios, uma ou outra árvore de cerrado e cerradão (o que mostra que Jacutinga antigamente era área de transição da Mata Atlântica para o Cerrado) e ainda existe uma vegetação de mata mais baixa e típica de áreas de altitude que podem ser encontradas nos topos das áreas mais elevadas.

A fauna é minha principal área de interesse e já há mais de 15 anos venho catalogando tudo que encontro em Jacutinga e região.

Mamíferos que têm ocorrência confirmadas são: onça-parda, lobo-guará, mão-pelada, gato-do-mato-pequeno, gato-mourisco, irara, lontra, capivara, paca, tatu-peba, tatu-galinha, cachorro-do-mato, quati, macaco-prego, saúa, sagui-da-serra-escuro (ameaçado), gambás, cuícas, ouriço-cacheiro, veado-catingueiro, tapiti entre outros.

Répteis são caracterizados pela presença de lagartos-teiús, cágados, lagartinhos das rochas (Tropidurus sp), e serpentes como caninana, cascavel, urutu, jararacas, corais e muitas outras.

Já as aves são um capítulo a parte. Já registrei somente dentro dos limites de Jacutinga, 308 espécies até o momento. Se somarmos as áreas dos municípios vizinhos a Jacutinga (Ouro Fino, Santa Rita de Caldas, Andradas, Bueno Brandão, Monte Sião, Inconfidentes, Caldas em MG, e Itapira, Lindóia, Águas de Lindóia, Socorro, Amparo, Espirito Santo do Pinhal, Serra Negra, Monte Alegre do Sul, Mogi-Mirim e Mogi-Guaçu em SP) este número sobe para mais de 380 espécies já registradas. Como destaques da região cito:

Soldadinho (Antilophia galeata), Fura-barreira (Hylocriptus rectirostris), Tico-tico-de-bico-amarelo (Arremon flavirostris), Corócoró (Mesembrinibis cayenensis), Gavião-pernilongo (Geranospiza caerulescens), Falcão-relógio (Micrastur semitorquatus), Periquito-rei (Aratinga aurea), Coruja-orelhuda (Asio clamator), Bacurau-tesoura (Hydropsalis torquata), Bico-reto-de-banda-branca (Heliomaster squamosus), Ariramba-de-cauda-ruiva (Galbula ruficauda), Pica-pau-rei (Campephilus robustus), Borralhara (Makenziaena severa), Pi-puí (Synallaxis cinerascens), Arredio-do-rio (Cranioleuca vulpina), Cochicho (Anumbius anumbi), Barranqueiro-de-olho-branco (Automolus leucophthalmus), Estalador (Corythopis delalandi), Olho-falso (Hemitriccus diops), Tachuri-campainha (Hemitriccus nidipendulus), Marianinha-amarela (Capsiempis flaveola), Guaracava-de-crista-alaranjada (Myiopagis viridicata), João-pobre (Serpophaga nigricans), Bentevizinho-do-brejo (Philohydor lictor), Maria-cavaleira-de-rabo-enferrujado (Myiarchus tyrannulus), Pavó (Pyrodeurs scutatus), Rei-dos-tangarás (Híbrido entre Tangará e Soldadinho), Vite-vite-de-olho-cinza (Hylophilus amaurocephalus), Andorinha-morena (Alopochelidon fucata), Sabiá-ferreiro (Turdus subalaris), Bico-de-veludo (Schistochlamys ruficapillus), Saíra-de-chapéu-preto (Nemosia pileata), Saí-canário (Thlypopsis sordida), Pipira-vermelha (Ramphocelus carbo), Saíra-douradinha (Tangara cyanoventris), Sanhaçu-de-fogo (Piranga flava), Sanhaçu-frade (Stephanophorus diadematus), Quete (Poospiza lateralis), Canário-rasteiro (Sicalis citrina), Sabiá-do-banhado (Embernagra platensis), Tico-tico-do-mato (Arremon semitorquatus), Tico-tico-rei (Lanio cucullatus), Pula-pula-de-barriga-branca (Basileuterus hypoleucus), Pula-pula-amarelo (Basileuterus flaveolus), Caboclinho-de-barriga-vermelha (Sporophila hypoxantha), Caboclinho-de-barriga-preta (Sporophila melanogaster), Caboclinho-de-chapéu-cinzento (Sporophila cinnamomea).

O clima de Jacutinga é ameno, variando de 18º a 22º graus durante a maior parte do ano, com uma estação chuvosa de outubro à março e outra seca de abril a setembro.

Cada estação tem atrações diferentes, mas dezembro a fevereiro é menos recomendado para um primeiro passeio, pelo risco de pegar chuvas, e por ser uma época mais quente e com mais insetos.

Jacutinga esta localizada no Circuito das Águas e no Circuito das Malhas. A cidade é considerada a Capital Nacional das Malhas e Tricô tendo uma população de 22.000 habitantes e cerca de 1000 malharias funcionando, é responsável por 25% da produção nacional de malhas. Também é Estância Hidromineral, tendo diversas fontes, inclusive com engarrafamento e venda no mercado de marcas como Bonafont (Danone), Serra de Minas e Água Jacutinga.

1-Inhambú-guaçu (Crypturellus obsoletus)

2-Inhambú-chororó (Crypturellus parvirostris)

3-Inhambú-chintã (Crypturellus tataupa)

4-Codorna-amarela (Nothura maculosa)

5-Irerê (Dendrocygna viduata)

6-Pato-do-mato (Cairina moschata)

7-Marreca-ananaí (Amazonetta brasiliensis)

8-Jacuguaçu (Penelope obscura)

9-Mergulhão-pompom ou mergulhão-pequeno (Tachybaptus dominicus)

10-Mergulhão-caçador (Podilymbus podiceps)

11-Biguá ou biguá-una (Phalacrocorax brasilianus)

12-Biguatinga ou anhinga (Anhinga anhinga)

13-Socó-boi-ferrugem (Tigrisoma lineatum)

14-Garça-dorminhoca ou socó-dorminhoco (Nycticorax nycticorax)

15-Socozinho (Butorides striatus)

16-Garça-vaqueira ou garça-boiadeira (Bubulcus ibis)

17-Socó-grande,baguari ou garça-moura (Ardea cocoi)

18-Garça-branca-grande (Ardea alba)

19-Maria-faceira (Syrigma sibilatrix)

20-Garça-real (Pilherodius pileatus)

21-Garça-branca-pequena ou garcinha-branca (Egretta thula)

22-Corócoró (Mesembrinibis cayennensis)

23-Curicaca-comum (Theristicus caudatus)

24-Colhereiro (Platalea ajaja)

25-Cabeça-seca (Mycteria americana)

26- Tuiuiú (Jabiru mycteria)

27-Urubu-de-cabeça-vermelha (Cathartes aura)

28-Urubu-preto (Coragyps atratus)

29-Urubu-rei (Sarcoramphus papa)

30-Gavião-de-cabeça-cinza (Leptodon cayanensis)

31-Gavião-peneireiro ou gavião-peneira (Elanus leucurus)

32-Gavião-sauveiro ou sovi (Ictinia plumbea)

33-Gavião-do-banhado (Circus buffoni)

34-Gavião-miudinho (Accipiter superciliosus)

35-Gavião-pernilongo (Geranospiza caerulescens)

36-Gavião-caboclo (Heterospizias meridionalis)

37-Águia-cinzenta (Urubitinga coronata)

38-Gavião-carijó (Rupornis magnirostris)

39-Gavião-de-rabo-branco (Geranoaetus albicaudatus)

40-Gavião-de-cauda-curta (Buteo brachyurus)

41-Falcão-relógio (Micrastur semitorquatus)

42-Carcará ou caracará (Caracara plancus)

43-Gavião-carrapateiro ou pinhé (Milvago chimachima)

44-Acauã (Herpetotheres cachinnans)

45-Quiriquiri (Falco sparverius)

46-Falcão-de-coleira (Falco femoralis)

47-Saracura-três-potes (Aramides cajanea)

48-Saracura-do-brejo ou Saracura-da-mata (Aramides saracura)

49-Sanã-parda (Laterallus melanophaius)

50-Sanã-carijó (Porzana albicollis)

51-Saracura-preta (Pardirallus nigricans)

52-Frango-d`água-comum (Gallinula chloropus)

53-Frango-d`água-azul (Porphyrio martinica)

54-Seriema (Cariama cristata)

55-Quero-quero (Vanellus chilensis)

56-Narceja-comum (Gallinago paraguaiae)

57-Narcejão (Gallinago undulata)

58-Maçarico-solitário (Tringa solitária)

59-Jaçanã ou cafézinho (Jacana jacana)

60-Rolinha-comum ou rolinha-caldo-de-feijão (Columbina talpacoti)

61-Fogo-apagou (Columbina squammata)

62-Pararu-azul (Claravis pretiosa)

63-Pombo-comum (Columba livia)

64-Pomba-asa-branca (Patagioenas picazuro)

65-Pomba-galega (Patagioenas cayennensis)

66-Avoante (Zenaida auriculata)

67-Juriti-pupu (Leptotila verreauxi)

68-Juriti-gemedeira (Leptotila rufaxilla)

69-Aratinga-de-bando, Araguari ou Periquitão-maracanã (Aratinga leucophthalma)

70-Jandaia-estrela ou periquito-rei (Aratinga aurea)

71-Tuim-de-asa-azul (Forpus xanthopterygius)

72-Periquito-de-asa-amarela (Brotogeris chiriri)

73-Maitaca-verde ou maitaca-bronzeada (Pionus maximiliani)

74-Alma-de-gato (Piaya cayana)

75-Anu-preto (Crotophaga ani)

76-Anu-branco (Guira guira)

77-Saci-do-campo, Peixe-frito ou Sem-fim (Tapera naevia)

78-Papa-lagarta-acanelado (Coccyzus melacoryphus)

79-Suindara ou coruja-das-torres (Tyto alba)

80-Corujinha-da-mata ou corujinha-de-orelhas (Megascops choliba)

81-Murucututu-de-barriga-amarela (Pulsatrix koeniswaldiana)

82-Corujão-Jacurutu (Bubo virginianus)

83-Coruja-buraqueira ou coruja-do-campo (Athene cunicularia)

84-Mocho-orelhudo (Asio clamator)

85-Mocho-diabo (Asio stygius)

86-Coruja-listrada (Strix hylophila)

87-Urutau-comum (Nyctibius griseus)

88-Tuju ou Curiango-coleira (Lurocalis semitorquatus)

89-Corucão (Chordeiles nacunda)

90-Curiango-comum (Hydropsalis albicollis)

91-João-corta-pau (Antostromus rufus)

92-Bacurau-da-telha (Hydropsalis longirostris)

93-Bacurau-chintã (Hydropsalis parvula)

94-Bacurau-tesoura (Hydropsalis torquata)

95-Bacurau-ocelado (Nyctiphrynus ocellatus)

96-Andorinhão-de-coleira-branca (Streptoprocne zonaris)

97-Andorinhão-do-temporal (Chaetura meridionalis)

98-Beija-flor-de-rabo-branco ou Limpa-casa (Phaethornis pretrei)

99-Rabo-branco-de-garganta-rajada (Phaethornis eurynome)

100-Beija-flor-tesourão (Eupetomena macroura)

101-Beija-flor-preto e branco (Florisuga fusca)

102-Beija-flor-de-canto ou Beija-flor-de-orelha-violeta (Colibri serrirostris)

103-Beija-flor-de-veste-preta (Anthracothorax nigricollis)

104-Esmeralda-de-bico-vermelho (Chlorostilbon lucidus)

105-Beija-flor-de-fronte-violeta (Thalurania glaucopis)

106-Beija-flor-de-papo-branco (Leucochloris albicollis)

107-Beija-flor-de-peito-azul (Amazilia lactea)

108-Beija-flor-de-banda-branca (Amazilia versicolor)

109-Beija-flor-de-bochecha-azul ou Beija-flor-fada (Heliothryx auritus)

110-Bico-reto-de-banda-branca ou Bico-reto-verde(Heliomaster squamosus)

111-Estrelinha-ametista ou Besourinho-ametista (Calliphlox amethystina)

112-Martim-pescador-grande ou Martim-pescador-matraca (Ceryle torquatus)

113-Martim-pescador-verde (Chloroceryle amazona)

114-Martim-pescador-anão (Chloroceryle aenea)

115-Martim-pescador-pequeno (Chloroceryle americana)

116-Juruva-verde (Baryphthengus ruficapillus)

117-Ariramba-de-cauda-ruiva ou ariramba-da-mata (Galbula ruficauda)

118-João-bobo (Nystalus chacuru)

119-João-barbudo ou barbudo-rajado (Malacoptila striata)

120-Tucanuçu (Ramphastos toco)

121-Tucano-de-bico-verde (Ramphastos dicolorus)

122-Pica-pau-anão-barrado (Picumnus cirratus)

123-Pica-pau-branco ou birro (Melanerpes candidus)

124-Pica-pau-pequeno (Veniliornis passerinus)

125-Picapauzinho-verde-carijó (Veniliornis spilogaster)

126-Pica-pau-carijó (Colaptes melanochloros)

127-Pica-pau-do-campo ou Chã-chã (Colaptes campestris)

128-Pica-pau-João-velho (Celeus flavescens)

129-Pica-pau-de-banda-branca (Dryocopus lineatus)

130-Pica-pau-rei (Campephilus robustus)

131-Borralhara-preta (Mackenziaena severa)

132-Borralhara-assobiadora (Mackenziaena leachii)

133-Choca-barrada (Thamnophilus doliatus)

134-Choca-da-mata (Thamnophilus caerulescens)

135-Choca-de-chapéu-vermelho (Thamnophilus ruficapillus)

136-Choquinha-lisa (Dysithamnus mentalis)

137-Olho-de-fogo-do-sul ou Papa-taoca do sul (Pyriglena leucoptera)

138-Chocão-carijó (Hypoedaleus guttatus)

139-Chorózinho-de-asa-vermelha (Herpsilochmus rufimarginatus)

140-Chupa-dente-marrom (Conophaga lineata)

141-Vira-folha (Sclerurus scansor)

142-Arapaçu-verde (Sittasomus griseicapillus)

143-Arapaçu-de-garganta-branca (Xiphocolaptes albicollis)

144-Arapaçu-rajado (Xiphorhynchus fuscus)

145-Arapaçu-do-cerrado (Lepidocolaptes angustirostris)

146-Casaca-de-couro-da-lama (Furnarius figulus)

147-João-de-barro (Furnarius rufus)

148-Pichororé (Synallaxis ruficapilla)

149-Pi-puí (Synallaxis cinerascens)

150-Petrim (Synallaxis frontalis)

151-João-teneném ou Bentererê (Synallaxis spixi)

152-Uí-pi (Synallaxis albescens)

153-Arredio-pálido (Cranioleuca pallida)

154-Arredio-do-rio (Cranioleuca vulpina)

155-Curutié ou João-do-brejo (Certhiaxis cinnamomeus)

156-João-botina-do-brejo (Phacellodomus ferrugineigula)

157-Cochicho (Anumbius anumbi)

158- Limpa-folha-de-testa-baia (Philydor rufum)

159- Trepador-quiete (Syndactyla rufosuperciliata)

160-Barranqueiro-de-olho-branco (Automolus leucophthalmus)

161-Fura-barreira (Hylocryptus rectirostris)

162-João-do-riacho ou João-porca (Lochmias nematura)

163-Bico-virado-carijó (Xenops rutilans)

164-Abre-asa-de-cabeça-cinza (Mionectes rufiventris)

165-Cabeçudo (Leptopogon amaurocephalus)

166-Estalador (Corythopis delalandi)

167-Tiririzinho-do-mato (Hemitriccus orbitatus)

168-Olho-falso (Hemitriccus diops)

169-Tachuri-campainha (Hemitriccus nidipendulus)

170-Miudinho (Myiornis auricularis)

171-Ferreirinho-de-cara-canela ou tororó (Poecilotriccus plumbeiceps)

172-Teque-teque (Todirostrum poliocephalum)

173-Ferreirinho-relógio (Todirostrum cinereum)

174-Marianinha-amarela (Capsiempis flaveola)

175-Piolhinho (Phyllomyias fasciatus)

176-Borboletinha-do-mato (Phylloscartes ventralis)

177-Guaracava-cinzenta (Myiopagis caniceps)

178-Guaracava-de-crista-alaranjada (Myiopagis viridicata)

179-Guaracava-de-barriga-amarela (Elaenia flavogaster)

180-Guaracava-grande (Elaenia spectabilis)

181-Tucão (Elaenia obscura)

182-Guaracava-de-bico-curto (Elaenia parvirostris)

183-Risadinha (Camptostoma obsoletum)

184-Alegrinho-do-leste (Serpophaga subcristata)

185-João-pobre (Serpophaga nigricans)

186-Bico-chato-de-orelha-preta (Tolmomyias sulphurescens)

187-Patinho (Platyrinchus mystaceus)

188-Filipe (Myiophobus fasciatus)

189-Gibão-de-couro ou birro (Hirundinea ferruginea)

190-Enferrujado (Lathrotriccus euleri)

191-Príncipe ou verão (Pyrocephalus rubinus)

192-Maria-preta-de-topete (Knipolegus lophotes)

193-Maria-preta-de-bico-azulado (Knipolegus cyanirostris)

194-Suiriri-pequeno ou suiririzinho-amarelo (Satrapa icterophrys)

195-Primavera (Xolmis cinereus)

196-Maria-branca ou noivinha-branca (Xolmis velatus)

197-Tesourinha-do-brejo (Gubernetes yetapa)

198-Lavadeira-mascarada (Fluvicola nengeta)

199-Freirinha ou lavadeira-de-cabeça-branca (Arundinicola leucocephala)

200-Viúva ou viuvinha (Colonia colonus)

201-Suiriri-cavaleiro (Machetornis rixosa)

202-Bentevizinho-de-penacho-vermelho (Myiozetetes similis)

203-Bentevi-verdadeiro (Pitangus sulphuratus)

204-Bentevizinho-do-brejo (Philohydor lictor)

205-Bentevi-rajado (Myiodinastes maculatus)

206-Bentevi-pirata (Legatus leucophaius)

207-Nei-nei ou Bentevi-de-bico-chato (Megarynchus pitangua)

208-Peitica (Empidonomus varius)

209-Suiriri-comum (Tyrannus melancholicus)

210-Suiriri-de-garganta-branca (Tyrannus albogularis)

211-Tesourinha-do-campo (Tyrannus savana)

212-Maria-Irrê (Myiarchus swainsoni)

213-Maria-cavaleira (Myiarchus ferox)

214-Maria-cavaleira-de-rabo-enferrujado (Myiarchus tyrannulus)

215-Pavó ou Pavão-do-mato (Pyroderus scutatus)

216-Soldadinho ou tangará-chifrudo (Antilophia galeata)

217-Tangará-dançarino (Chiroxiphia caudata)

218- Rei-dos-tangarás – Híbrido entre Antilophia galeata x Chiroxiphia caudata

219-Caneleiro-preto (Pachyramphus polychopterus)

220-Caneleiro-de-chapéu-preto (Pachyramphus validus)

221-Caneleiro (Pachyramphus castaneus)

222-Anambé-branco-de-rabo-preto (Tityra cayana)

223-Pitiguari (Cyclarhis gujanensis)

224-Juruviara-oliva (Vireo olivaceus)

225- Vite-vite-de-olho-cinza (Hylophilus amaurocephalus)

226-Gralha-do-cerrado ou gralha-de-topete (Cyanocorax cristatellus)

227-Andorinha-de-sobre-branco (Tachycineta leucorrhoa)

228-Taperá ou andorinha-do-campo (Progne tapera)

229-Andorinha-grande (Progne chalybea)

230-Andorinha-de-casa ou andorinha-azul e branca (Pygochelidon cyanoleuca)

231-Andorinha-morena (Alopochelidon fucata)

232-Andorinha-serradora (Stelgidopteryx ruficollis)

233-Andorinha-do-rio (Tachycineta albiventer)

234-Corruíra-de-casa (Troglodytes musculus)

235-Japacanim ou assobia-cachorro (Donacobius atricapilla)

236-Sabiá-ferreiro (Turdus subalaris)

237-Sabiá-laranjeira (Turdus rufiventris)

238-Sabiá-barranco, Sabiá-pardão ou sabiá-de-cabeça-cinza (Turdus leucomelas)

239-Sabiá-poca (Turdus amaurochalinus)

240-Sabiá-coleira (Turdus albicollis)

241-Arrebita-rabo ou sabiá-do-campo (Mimus saturninus)

242-Caminheiro-zumbidor (Anthus lutescens)

243-Cambacica (Coereba flaveola)

244-Tiê-bico-de-veludo (Schistochlamys ruficapillus)

245-Saíra-de-chapéu-preto (Nemosia pileata)

246-Saíra-canário, canarinho-bravo (Thlypopsis sordida)

247-Tiê-de-topete (Trichothraupis melanops)

248-Saíra-ferrugem ou Saíra-da-mata (Hemithraupis ruficapilla)

249-Sanhaço-de-fogo ou mãe-de-sol (Piranga flava)

250-Tiê-do-mato-grosso (Habia rubica)

251-Gurundi ou tiê-preto (Tachyphonus coronatus)

252-Pipira-vermelha ou Bico-de-prata (Ramphocelus carbo)

253-Sanhaço-cinzento ou sanhaço-comum (Tangara sayaca)

254-Sanhaço-do-coqueiro (Tangara palmarum)

255-Saíra-viúva (Pipraeidea melanonota)

256-Saíra-cabocla ou saíra-amarela (Tangara cayana)

257-Saíra-douradinha (Tangara cyanoventris)

258-Saí-andorinha (Tersina viridis)

259-Saí-azul (Dacnis cayana)

260-Figuinha-bicuda ou figuinha-de-rabo-castanho (Conirostrum speciosum)

261-Tico-tico-verdadeiro (Zonotrichia capensis)

262-Tico-tico-do-campo ou perdizinha-do-campo (Ammodramus humeralis)

263-Canário-da-terra (Sicalis flaveola)

264-Canário-tipío (Sicalis luteola)

265-Canário-rasteiro (Sicalis citrina)

266-Tibirro-do-campo ou canário-do-campo (Emberizoides herbicola)

267-Sabiá-do-banhado ou tibirro-do-pampa (Embernagra platensis)

268-Tico-tico-do-banhado (Donacospiza albifrons)

269-Tico-tico-do-mato-de-bico-amarelo (Arremon flavirostris)

270-Tico-tico-do-mato (Arremon semitorquatus)

271-Tisiu (Volatinia jacarina)

273-Bigodinho (Sporophila lineola)

274-Papa-capim-capuchinho ou papa-capim-de-cabeça-preta (Sporophila nigricollis)

275-Papa-capim-de-costas-cinzas (Sporophila ardesiaca)

276-Coleirinha ou papa-capim-comum (Sporophila caerulescens)

277-Coleiro-do-brejo (Sporophila collaris)

278-Patativa-boiadeira ou patativa-chorona (Sporophila leucoptera)

279-Patativa (Sporophila plumbea)

280-Caboclinho-paulista ou fradinho (Sporophila bouvreuil pileata)

281-Caboclinho-de-barriga-vermelha (Sporophila hypoxantha)

282-Caboclinho-de-chapéu-cinzento (Sporophila cinnamomea)

283-Caboclinho-de-barriga-preta (Sporophila melanogaster)

284-Cigarrinha-do-coqueiro (Tiaris fuliginosus)

285-Tico-tico-rei-cinza ou Abre-e-fecha (Lanio pileatus)

286-Tico-tico-rei-vermelho ou tico-tico-fogo (Lanio cucullatus)

288-Pimentão (Saltator fuliginosus)

290-Mariquita-do-sul (Parula pitiayumi)

291-Pia-cobra (Geothlypis aequinoctialis)

292-Pula-pula-de-barriga-branca (Basileuterus hypoleucus)

293-Canário-do-mato ou Pula-pula-amarelo (Basileuterus flaveolus)

294-Pula-pula-assobiador (Basileuterus leucoblepharus)

295-Japu-preto (Psaracolius decumanus)

296-Encontro ou melro (Icterus pyrrhopterus)

297-Pássaro-preto (Gnorimopsar chopi)

298-Garibaldi ou soldadinho-do-brejo (Chrysomus ruficapillus)

299-Dragão-do-brejo ou pintassilgo-do-brejo (Pseudoleistes guirahuro)

300-Chupim ou chopim-gaudério (Molothrus bonariensis)

301-Polícia-inglesa-do-sul (Sturnella superciliaris)

302-Pintassilgo-de-cabeça-preta (Sporagra magellanica)

303-Gaturamo-fifi ou Puvi (Euphonia chlorotica)

304-Gaturamo-verdadeiro (Euphonia violacea)

305-Gaturamo-rei (Euphonia cyanocephala)

306-Gaturamo-bandeirinha ou bonito-do-campo (Chlorophonia cyanea)

307-Bico-de-lacre-comum (Estrilda astrild)

308-Pardal (Passer domesticus)