Expedição Tesouros do Brasil

 

Expedição Tesouros do Brasil

  • Texto e fotos: Caio Brito e Tatiana Pongiluppi
  • Caio e Tatiana vão rodar o Brasil em busca dos registros e levantamento de informações sobre os habitats de 10 espécies de aves ameaçadas de extinção. O Brasil tem 169 espécies de aves ameaçadas, algumas só com 5 indivíduos. Além desses registros, também vão promover atividades de divulgação da natureza. Quer contribuir para esse projeto e ajudar a natureza? Clique neste link e faça uma doação, você pode doar a partir de R$ 10, todos podem ajudar! https://www.kickante.com.br/campanhas/expedicao-tesouros-do-brasil

Caio Brito e Tatiana Pongiluppi são dois biólogos apaixonados pela natureza desde a infância, sedentos por aventura e que têm como missão de vida inspirar as pessoas a atuar em prol da natureza. Os dois se uniram para cumprir sua missão e iniciar uma aventura de motocicleta pelo Brasil: viajar mais de 5000km, procurar aves ameaçadas, registrar as belezas naturais através de fotos e documentários e promover atividades educativas e de comunicação em prol das aves e de toda natureza atingindo um público de 10 mil pessoas.

A Expedição Tesouros do Brasil é uma iniciativa do Projeto Passarinhando pelo Brasil e partirá em maio de 2017 para uma jornada de motocicleta (de Fortaleza até Puerto Iguazu na Argentina) que será percorrida em 80 dias para registrar a vida de 10 espécies de aves globalmente ameaçadas. O principal objetivo da expedição é inspirar as pessoas a cultivar o seu espírito aventureiro, despertar a conexão com a natureza e engajá-las na prática de ações positivas para a conservação da natureza. Esta é a primeira expedição brasileira que combina aventura, aves ameaçadas e campanhas de sensibilização para a conservação da natureza liderada por um ornitólogo e guia de observação de aves e por uma bióloga da conservação e educadora ambiental.

Esta é uma oportunidade única para mostrar ao público em geral a riqueza da natureza brasileira e as ameaças que especialmente as aves estão sofrendo, bem como, as iniciativas que estão sendo desenvolvidas para sua proteção. Também será uma chance de promover pequenas cidades ajudando a atrair o turismo de observação de aves para essas áreas, potencialmente aumentando as fontes de renda para as comunidades locais.

O Brasil é o país com o maior número de espécies de aves ameaçadas no mundo, são 169 espécies incluídas nesta categoria e algumas delas estão à beira da extinção. Infelizmente as medidas tomadas pelas autoridades para mitigar as ameaças não têm sido proporcionais as pressões que as aves ameaçadas sofrem. Esta é a razão pela qual foi escolhida uma expedição com a missão de engajar os brasileiros na proteção dessas aves preciosas e de toda a natureza. Foram selecionadas 10 espécies de aves ameaçadas dentre as mais raras do país para avaliar o estado de conservação dos locais onde elas ocorrem e para buscar novas localidades de ocorrência.

Além da coleta de dados sobre as espécies e os ambientes, serão obtidas imagens através de vídeos e fotografias, bem como, gravações das vocalizações que serão utilizadas para preparar documentários para cada espécie. Todas as listas de avifauna das localidades serão disponibilizadas na plataforma eBird para que todos tenham acesso aos dados da expedição e possam nos acompanhar. As comunidades locais serão envolvidas através de atividades educativas em escolas e outras organizações locais. Os vídeos, fotografias e gravações serão divulgados  através das diferentes mídias e eventos. Toda a informação coletada em campo sobre as espécies ameaçadas e seus ambientes serão enviadas a SAVE Brasil/BirdLife International (a autoridade global responsável por preparar a lista de aves ameaçadas) e ao CEMAVE (autoridade nacional vinculada ao ICMBio responsável por preparar a lista nacional de aves ameaçadas).

Os principais produtos gerados pela viagem serão:

1. Minidocumentários sobre cada localidade visitada com foco nas espécies alvo do projeto;

2. Atividades educativas para as comunidades locais em escolas ou outras organizações locais interessadas em natureza e/ou turismo sustentável;

3. Apresentações em eventos científicos e de observação de aves;

4. Promoção da expedição nas mídias sociais e convencional (TV, rádio e revistas);

5. Publicar informações novas sobre as espécies em revistas científicas.

 

Ações a favor da divulgação do birdwatching e da conservação da natureza