O rancho fica em Areado – MG, às margens da Represa de Furnas. Vamos há 16 anos, sempre gostei de natureza, animais e aves. Resolvi começar a fotografar a paisagem e as aves há mais ou menos seis anos.

 

  • Texto e fotos: Eduardo Bacci
  • Câmera: Sony DSC H2 6MP, zoom 12x

A quantidade de pardais que vemos por aqui (numa cidade como Limeira), lá temos em dobro de canários-da-terra-verdadeiros, garças, tizius, e vemos também aos montes outros como: savacu, jaçanã, periquitã-maracanã, pica-pau-anão-barrado, chã-chã (pica-pau-do-campo), anu-branco e anu-preto, tuim, galo-da- campina (cardeal-do-nordeste), carrapateiro, caracará, saíra-amarela, sanhaçu-cinzento, garibaldi, chupim (vira-bosta), beija-flor aos montes, chimango, tucano, lavadeira, tiê-sangue e outros.

Demorei, mas consegui enviar algumas fotos das aves que fotografei em minha última viagem para o rancho (23 a 27/09), algumas de espécies que eu ainda não havia fotografado. Meu equipamento é bem limitado, mas meu empenho é grande e acho que algumas ficaram bem legais. Não consegui fotografar um pica-pau-anão-barrado de +- 10 cm pois ele não parava quieto e minha câmera é demorada para fazer o foco, mas foi muito legal ficar observando o bichinho bicando o tronco da mangueira.

 

Observação de Claudia Komesu, editora da Virtude-AG: uma das coisas que me deixa mais contente é receber posts de pessoas que passarinham com alegria e dedicação, apesar da limitação do equipamento. Não é fácil fotografar com uma compacta, realmente exige empenho, é bem diferente da rapidez de uma DSLR. Uma saudação adicional ao Eduardo Bacci porque ele é meu conterrâneo (Limeira – SP) e estudamos no mesmo colégio. Obrigada por compartilhar as fotos, Du! Continue dedicado, as aves valem a pena, e você está conseguindo belas fotos de aves e de paisagens.