Por que vale a pena: paisagens andinas com cenários amplos, campos abertos, regiões montanhosas, lagos espelhados a mais de 4.000 de altitude, céus imensos com nuvens de algodão. E tudo isso nem era o foco da viagem: era apenas o caminho para chegar até o Manu, um dos principais parques nacionais do Peru, Reserva da Biosfera com 18 mil quilômetros quadrados e mais de mil espécies de aves registradas.

Piracicaba é uma cidade com geografia interessante e sempre tive interesse em passarinhar por lá, ainda mais depois de ver o post da Claudia Covolan sobre a Rua do Porto. Aves comuns como garças, savacus e biguás, mas tudo bem lá do ladinho dos restaurantes. No dia que ela foi, ainda topou com uma boa …

Este é um post que talvez interesse a pouca gente. Mas escrevi, na esperança de que algum dia um estilista tope com ele e se interesse em desenvolver roupas para birdwatchers, capazes de conjugar conforto, tecnologia, beleza, camuflagem e estilo. Ou pelo menos que haja mais roupas cotidianas com aves (brasileiras, reais e com os nomes …

O tempo não ajudou muito, mas é sempre bom estar no meio de uma grande extensão de Mata Atlântica, tendo a oportunidade de ver araçari-poca, corocochó, sabiá-una, surucuás se alimentando do fruto do palmito. O local também tem marias-pequenas amestradas, que descem ao som do playback. E dois lifers que eu não esperava: o trepador-sobrancelha …

Foram mais de 200 espécies vistas/ouvidas. 80 lifers pro João Sérgio Barros, 30 pra mim (o Cris não se importa com lifers). Teve a onça, uma senhora onça macho. As diversas investidas frustradas de um gavião-belo tentando piratear um peixão de uma garça-moura. O bando de aratingas-de-testas-azuis num campinho, tiro ao alvo pra focá-las em …