• Como falar comigo:biophoto.uruguay@gmail.com
  • Site: biophotouruguay.blogstpot.com
  • Onde moro: Montevideo – Uruguai
  • Sou biólogo e guia ornitológico. Guio em todo o Uruguai, especialmente na região de Montevideo e Punta del Este
  • Já fui várias vezes ao Brasil, e falo e entendo português

Experiência de trabalho como guia

  • dizer há quanto tempo você guia, e se você se considera experiente ou iniciante: 3 años que guío y una vida en frecuente contacto con la naturaleza y recorriendo variados ambientes en Uruguay y parte de Argentina.
  • se você tem experiência com o uso do playback: con experiencia
  • se você tem uma lista extensa de sons, inclusive várias vozes de uma mesma ave, especialmente da ave que a pessoa disser que tem mais interesse em ver: si tengo un gran banco de sonidos
  • se você usa ipod (que é o tocador de mp3 mais rápido e prático): recién compré uno y aparte tengo radio en el auto con usb y notebook
  • se você sempre vai com itens reserva para o caso de algum problema eletrônico: pilhas e baterias extras, cabo extra, caixa de som extra, até mesmo um tocador de mp3 alternativo: si siempre
  • se você carrega seu próprio gravador de sons, mesmo que seja um portátil: no tengo grabador con micrófono pero el cel y el ipod graba
  • se você também fotografa durante o passeio, ou se você só vai guia. E se você tem um bom binóculo: no fotografío pero tengo mi equipo en el auto, mis binoculares son buenos tanto en corta como larga distancia y tengo scope con tripode
  • se você tem lista das aves dos locais onde você passarinha com frequência: si tengo varias listas
  • se você tem uma lista com probabilidades de ver as aves em cada época do ano. Por exemplo, se o cliente quer ver uma ave que só aparece nos meses tal, você tem que dizer isso. Ou, se o cliente está interessado por uma espécie que está na sua lista, mas é um avistamento muito raro, o cliente também precisa ter essa informação: son ítems que habitualmente los hablo en el primer contacto antes de coordinar la salida
  • se você conhece infraestrutura do local onde vão passear: como estão as estradas, segurança, onde comer, banheiros, se há onde descansar: si perfectamente
  • se você mantém o foco no cliente durante todo o passeio. Sempre atento a tentar mostrar a ave, uso do celular restrito a recados mais urgentes: todos los clientes son diferentes y trato de respetar sus tiempos adaptando los míos
  • se você tem caneta laser com luz verde, dessas que aparecem na luz do dia (sempre apontada perto da ave, e não sobre ela): no tengo pero puedo considerar comprar una si encuentro en Uruguay
  • se você tem e carrega um guia de campo: si tengo varias
  • se você sabe os nomes populares das aves. Muitos guias só sabem os nomes científicos, o que pode dificultar a comunicação com o cliente, que geralmente só sabe os nomes populares. Carregar um guia de campo também ajuda nessas situações, porque qualquer dúvida, é só mostrar o desenho: Los nombres científicos son idioma universal para identificar toda la fauna y flora. (não sabe)
  • Sería ideal saberlos todos en inglés, portugués, francés, español, etc  pero esto es utópico porque incluso varían por región, creo que los guías sabemos algunos nombres comunes en un idioma que no es el nuestro pero no de todas las especies: si cargo una guía.
  • se você é um bom fotógrafo, e pode ajudar o cliente iniciante a melhorar suas fotos, ensinando-o como se aproximar, onde se posicionar, e até mesmo questões de regulagens do equipamento: tengo mucha experiencia en fotografía y lo hago habitualmente
  • se você tem experiência em guiar grupos, que significa eventualmente ter que orientar o comportamento das pessoas e até “dar broncas” em quem está atrapalhando o grupo. Essa qualidade é mais rara, poucas pessoas se sentem à vontade em ter que corrigir o comportamento de alguém, mas ou é isso, ou pode estragar o passeio de todo mundo.
  • no mundo ideal, quando um guia vai lidar com um grupo, ele se comunica antes com as pessoas, fica a par dos interesses e objetivos de cada um, faz um plano conciliatório e divulga para o grupo, e também já fala de orientações de postura em campo, e avisa que chamará a atenção de quem se desviar do combinado
  • uma saída em grupo pode render adversidades, pela diferença de personalidades e objetivos. Pode haver alguém interessado em fazer a maior quantidade possível de registros, pode ter alguém que quer fazer a melhor foto possível da espécie x e não se importaria em ficar 3h esperando a ave aparecer. É papel do guia conciliar as expectativas e interesses: No guío personalmente grandes grupos solo  hasta 4 personas pero soy parte de una cooperativa de ecoturismo donde derivo las salidas numerosas.
  • se você faz o “pós-venda”, ou seja, se após o passeio você se mantém à disposição para identificar fotos, faz pesquisa de satisfação com o cliente (pedindo para ele dizer com franqueza o que achou do passeio), reconhece e se desculpa por falhas, e mantém contato periódico. Si lo hago regularmente

 

Participação no Virtude-AG

Guias ornitológicos
cadastrados na Virtude